Gravidez Pretensões e Desabafos

28 semanas e sinal de vida

Screen Shot 2014-11-12 at 10.00.35

Sumi, né? Tô sabendo.Estamos quase na metade do mês e eu ainda não tinha dado as caras (nem a barriga) por aqui, mas estou lá no Facebook para quem quiser acompanhar. Conto sempre por lá uma ou outra conversa com E. que me diverte cada vez mais com seu raciocínio de criança pequena. O link para a página do blog está aqui: Que Seja Doce.

Com a gravidez está tudo indo bem. No news is good news. Agora de resto tudo meio confuso por aqui.

Ainda não mudamos de endereço e já não sei mais se não dou a mínima e desisto de vez de tentar apressar as coisas, ou se me estresso loucamente com o advogado que está cuidando do contrato de compra e venda e parece estar fazendo o maior corpo mole,  nem se dá ao trabalho de nos dar satisfação. A mudança era para ter acontecido no finalzinho de outubro, foi adiada para o final desse mês e já nos avisaram que pode “facilmente” se estender para início de dezembro (o que estamos tentando impedir a qualquer custo).

Enquanto isso meu apartamento está cheio de caixas e coisas espalhadas porque eu honestamente não vou me preocupar agora em colocar nada no lugar já que vai tudo ser empacotado em algum momento. Mesmo assim, coisa fora do lugar me irrita profundamente. Por isso resolvi começar encaixotando livros e coisas que não vamos usar até a mudança.

Enquanto isso eu também deixo de arrumar as coisas para a chegada do bebê beringela que continua sem um par de meias para chamar de seu.  Tenho ficado muito irritada com isso. Não separei ainda as roupas que eram do E. para lavar e ver o que se aproveita. Não comprei o que preciso comprar (vou fazer uma lista por aqui em breve), não comecei um estoque de fraldas. Acredite eu já queria estar com uma mala de hospital se não pronta, pelo menos com o básico.

Também não comprei presentes de Natal para evitar aquela confusão nas lojas no final do ano, o que eu queria muito já ter feito uma vez que em dezembro estarei grávida de 8 meses e minha coluna só piora.

Enquanto isso E. está em casa comigo em tempo integral. Transferi a escola porque a que ele estava exigia um aviso prévio de um mês e naquela época a gente achava realmente que no máximo no inicio de novembro já estaríamos na nossa casa. No início achei até bom que ele passasse uma semana ou duas sozinho comigo, aproveitando esses últimos meses de filho único. Mas as duas semanas vão virar pelo menos quatro, se não mais e não tem sido fácil (nem bom para ele) ficar longe da escola.

Além disso, e o pior de tudo, é que esse período dele em casa coincidiu com a volta do meu problema de coluna, agravadíssimo pela gravidez e o tamanho da minha barriga. Voltei a fazer fisioterapia semanalmente mas não ainda não vi resultado. A recomendação é de que eu não ande muito ou use a muleta (de um lado só) para aliviar a dor que tem irradiado para minha perna. O problema é que 15 minutos de caminhada (uma ida ao parque ou a qualquer lugar, basicamente) tem me deixado com dores tão fortes que no final da tarde não consigo nem levantar. E E., claro, não entende e não me deixa ficar parada. Quem tem criança em casa sabe que eles chamam a cada 2 minutos e meio.

Apesar das tardes meio caóticas, as manhãs tem sido ótimas porque E. realmente me deixa dormir e tenho aproveitado tudo o que eu posso. Ele me acorda de manhã por volta das 8 para fazer xixi e as vezes pedir café da manhã. Eu levanto, deixo o cereal pronto, acendo a luz do banheiro caso ele precise e volto para a cama enquanto ele fica na sala brincando sozinho. Facilmente vamos até as 10 ou 10:30 nesse esquema.

Semana que vem ele ainda vai passar uns dias em Killarney e eu vou aproveitar para não sair de casa e fazer o repouso recomendado.

E agora com tudo explicado eu prometo que não venho mais aqui reclamar mas faço um esforço para escrever com mais frequência, mesmo cercada por caixas de mudança, filho pedindo água/para ir ao banheiro/para eu pegar o brinquedo x/ajudar com o quebra-cabeça/almoço/lanche/fruta/jantar/mais água/mais banheiro/mais comida/para coçar o pé dele/para dar um beijo na cabeça vermelha que ele bateu/para tirar ele de dentro de uma das caixas ou entre uma ou outra compressa de gelo nas costas.

Não me abandonem.

N.

 

16 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
November 12, 2014
Next Post
November 12, 2014

16 Comments

  • Bibi

    Oi, mudança é assim mesmo. Estamos há 9 meses com obra e o que era pra ser 5 meses de obra, virou não sei pra quanto tempo.
    Mas não quero me estressar com isso. É assim mesmo. 🙁
    Depende de muita gente (preguiçosa e desinformada) e não só da nossa vontade, né?!?!

    E. está um fofo, lindo. Acompanho tudinho no FB… adorooo!
    Está um rapazinho lindo e querido com a mamãe.
    Bjokas!

    • Nivea Sorensen

      Obrigada, Bibi. Olha, obra é um saco mesmo, mas juro que achei que comprar seria muito mais fácil e rápido. x

  • Cintia Romano

    Oi Nivea! É sempre bom ter notícias de vcs! Tbem acompanho pelo facebook, mas adoro ler os posts daqui.
    Estou na torcida para que sua mudança aconteça logo e vc consiga organizar tudo do jeito que vc quer!
    Beijão 🙂

  • Silvia

    Hey Nívea
    Moro em Cork e sempre leio teu blog.
    Lendo agora sobre a tuas dores relacionadas a gravidez me veio a lembrança do que eu passei na minha, exatamente a mesma situação.
    Sabe o que me ajudou muito com essas dores? O bom e velho SALOMPAS!
    Ajudava demais. Especialmente na hora do final do dia que eu nao conseguia nem me arrastar de tanta dor.
    Ate hoje nao fico sem Salompas, se tu quiser arriscar me avisa que eu tenho aqui e te envio by post.

    Silvia

    • Nivea Sorensen

      Oi Silvia, obrigada. Vou ver se peço para alguém me mandar do Brasil.
      Um super beijo

  • Luciana - Canada

    Nivs, tb compramos nosso canto! Estou muito feliz!! Um apto de 2 quartos novo, pequeninho, mas todo feito do jeito que eu queria. Nos mudaremos so em junho por conta do contrato de aluguel (todos os contratos aqui terminam dia 30/06. TODO mundo se muda dia 01/07 – acredite) + creche (nao quero mudar a Soph de creche e depois mudar de novo pra escola) + entrada na escola (tem noçao que a Sophie ano que vem vai entrar na escola. E-S-C-O-L-A. Ainda estamos em choque, obrigada pela compreensao! rsrs).
    Boa sorte com a confusao e ja ja vc estara com tudo sob controle de novo (ou nao).

    😛

    Um beijo grande no E, na barriga e um especial pra vc!

    • Nivea Sorensen

      Oi Lu, que notícia ótima!! Fiquei súper feliz por vocês, nesse caso, quando já se sabe que vai ter que esperar é mais fácil, né?
      Tenho noção, sim, Erik também começa ano que vem. Loucura, não? x

  • Célia

    Abandono não…muito boa sorte com todas as mudanças…tudo vai correr muito bem, portanto não se preocupe! Um beijo!

  • Gabi Ramalho

    Ai, ai, ai… Bagunça de mudança + enrolação dos outros + gravidez + problema na coluna deviam ser um combo proibido!! Tadinha…

    Espero que as coisas se ajeitem logo! Estamos aqui esperando, não se preocupe – e curtindo muito as fofurices do E. pelo facebook!! Muito amor esse seu menino!!

    Beijo

  • Natália

    Uau! Que loucuuura! Cabe aí o mantra da maternidade “vai passar, vai passar, vai passar….”. Que tudo se resolva logo! Mudança, arrumação, que sua dor vá embora (ou melhore) e sua mala da maternidade fique pronta 🙂
    Bjs

  • Mari

    Não vejo a hora dos posts vindos da casa nova começarem! Desde pequena meus pais dificilmente sossegavam numa casa (mesmo quando o imóvel era próprio!), por isso eu acho que, apesar dos pesares, quem se muda de casa tem um réveillon de brinde no ano.
    Imagina no próximo ano, dois ruivinhos e a casa cheia de luzinhas! Quanto amorrrr! Dá até pra pensar num cachorro, hein? hahaha

    Mas a pergunta que não quer calar é: você vai me convidar pra um bolo quando eu conseguir dar um pulo aí?

    Beijo nos 3!!!

Leave a Reply

Related Posts