Pretensões e Desabafos

Volta ao trabalho depois da maternidade

Estive no Brasil recentemente e reencontrei uma amiga que estava voltando ao trabalho após muitos anos em casa cuidando dos filhos.

Era a segunda semana dela no trabalho novo e era evidente o quão feliz ela estava com a decisão tomada. Tão feliz, aliás, que me contagiou.

Falamos tanto à respeito da coisa toda que eu me dei conta que, depois de praticamente sete anos afastada do mercado de trabalho, eu já não me lembrava mais como funcionam as coisas numa empresa.

Aposto que você, que vive na mesma situação que eu, também não se lembra mais.

Minha amiga, por exemplo, quando está no trabalho, vai ao banheiro de portas fechadas. Ninguém grita do lado de fora pedindo para entrar! Ninguém entra sem bater quando ela está lá dentro. Ninguém nem pergunta se ela vai fazer xixi ou cocô, ou pergunta cada 10 segundos se ela já acabou.

Durante o trabalho ela pode tirar pequenas pausas para um café, que ela pode tomar quente porque as pessoas não gritam por ela a todo instante. Enquanto ela toma o café QUENTE com calma, ninguém pede para ela fazer um chá, ou uma mamadeira, nem pedem para ir ao banheiro ou avisam que fizeram cocô.

As conversas giram em torno de coisas que acontecem no mundo, fofocas, televisão, política e futebol.

E a hora do almoço então? HORA de almoço. Minha amiga tem uma hora inteira para comer uma refeição quente sem que ninguém enfie a mão no prato dela para comer também. Ela come sentada. Trabalha sentada na frente do computador. As vezes tem tempo de olhar o celular, responder um email pessoal.

Ela tem horário para trabalhar. Isso mesmo. Horário para começar e horário para terminar. Se ficar doente, tem direito a descansar. Quer mais? FÉRIAS. Férias é quando você é pago para ficar um mês longe do trabalho.

Além de tudo isso, eles ainda te pagam! Te pagam, dá para acreditar? Dinheiro vivo, todos os meses.

Chamam de “emprego” isso ai e estou pensando seriamente em procurar um.

N.

SaveSave

SaveSave

10 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
October 25, 2017
Next Post
October 25, 2017

10 Comments

  • Olívia

    Apóio totalmente, Nivea! 🙂 😘

  • Priscila

    Amei esse post. …e se essa for sua decisão tem meu total apoio…..

  • Taiane

    Admiro demais quem fica em casa com os filhos, porque tem que ter muita dedicação. Por muito tempo pensei em largar tudo para poder ficar com o meu filho. Ainda acho que a licença maternidade deveria ser maior no Brasil, mas hoje vejo que essas horas longe fazem bem tanto a ele quanto a mim.

  • Mariana

    Eu ri, mas é tão verdade… Confesso que após um fim de semana inteiro, segunda feira deixo minha filha na escolinha e dou um suspiro. Vou tranquilamente para o escritório, sentar e trabalhar na paz. Dá saudade ficar o dia todo longe dela, mas que é mais pacífico, ah isso é!

  • Denise

    Ahaahahah. Sabe que eu estou trabalhando fora há 2 meses. Há 2 meses que eu tenho um emprego, tomo café quente no meio do dia, almoço sozinha meu almoço quente por uma hora, AND tenho direito a espaço bem-estar (uma sala escurinha com pufes) na hora do almoço. É bem bom esse negócio de ter um emprego, viu?

    Brincadeiras a parte, foi sofrido tomar a decisão, mas só estando aqui agora é que me dei conta de que estava precisando desse tempo pra mim!

    Boa sorte na tua busca!

  • Larissa

    Oi Nivea,
    A exceção da licença maternidade, que para mim foi de seis meses (amem, aleluia), sempre trabalhei. As sextas-feirasme sinto péssimo, queria mais tempo com os pequerruchos. Mas passa o final de semana e…SOCORRO!!! Entendo bem o real motivo do meu trabalho: saúde mental para mim e para os que me rodeiam 🙂
    Beijos

  • Jamile

    Adorei!

  • Gisley Scott

    Não sou mãe mas já li relatos parecidos com os da sua amiga. Se a sua hora chegou, vá em frente e seja muito feliz nesse processo 🙂 , afinal todos nós precisamos de um pick me up coffee no meio da tarde by ourselves. Beijos!

    http://vivendolaforanoseua.blogspot.com/

  • Gersia

    Exatamente a fase que estou passando no momento, desejando muito voltar a trabalhar depois de alguns anos cuidando dos pequenos. O problema é que não sei nem por onde começar, já são tantos anos sem um emprego fora de casa.
    Tomara q dê tudo certo aí para vc e volte aqui para nos contar como foi.
    Um beijo!

  • Paula

    hahaha to me sentindo lucky

Leave a Reply

Related Posts