Casamento Meu babóg Pretensões e Desabafos

Comunhão (im)parcial…

… ou “sharing is caring”.

Casei no papel, sabe? E por ser a forma mais simples casamos no tal regime de comunhão parcial de bens (o que significa que tudo que adquirimos após o casamento passa a ser dividido igualmente).

Na teoria é isso aí, mas na prática funciona assim ó: metade do salário dele é meu, metade das minhas tarefas de mãe/dona-de-casa é dele (pelo menos as noturnas e as de final-de-semana).

Isso inclui as acordadas no meio da noite para aplicação de chupetas, chacoalhamento de bebê chorão em dentição, troca de fraldas em caso de diarréia ou de roupa em caso de vômito e afins. Uma noite ele, o marido, é o responsável caso E. acorde, na outra noite eu.

Acontece que essas noites viraram uma grande loteria aqui em casa. E. pode tranquilamente dormir 14 horas seguidas como pode acordar a cada 30 minutos (o normal é ir para a cama às 19, acordar por volta das 4 porque perdeu a chupeta, às 6 para uma mamadeira e às 7 em definitivo).

Quanta emoção isso adicionou ao nosso casamento! Rotina? Há. Vamos para cama sem nunca saber o que nos espera. E a torcida, então? “Hoje é minha noite, tomara (deus-nosso-senhor-todo-podero) que ele não acorde”. Tem vezes que a gente se faz de desentendido também: “hoje é sua noite” (quando você sabe que, na verdade, é sua vez de ficar de plantão). E tem o fazer-se de morto, até levar um cutucão do outro.

Agora o pior é quando ele acorda. Sim, porque ou a noite é sua e você está f%$£@&, ou a noite é do marido e você respira aliviada mas cheia de culpa. Ninguém ganha.

Mesmo assim a gente segue junto e dividindo, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, até que o babóg volte a dormir a noite toda e a morte nos separe. Não foi isso que prometemos?

N.

24 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
July 18, 2012
Next Post
July 18, 2012

24 Comments

  • Cris

    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHA… Não aguento seus posts!!!
    Tá como aqui em casa (tirando a parte de acordar a noite, pq isso só rola se o Biel estiver doente e sobra pra mim mesmo), de resto tudo é dividido… louças, chão pra passar uma vassoura e um pano, o banho do Biel e troca-lo, vez de leva-lo a escola e por aí vai… e deu SUPER certo!!!
    Espero que continue dando certo pra vocês tbm até que a morte os separe!!!

    BJOUXXX nos 3.

  • priscila santos

    Muito bom este post!!!!! Adorei.
    è muito bom dividir assim mesmo……..afinal fazemos o baby juntos e devemos cuidar junto…rsrsrs
    beijos

  • grace

    Sorte a sua, pq aqui as noites não estão sendo divididas não… quem tá dando trabalho é o mais velho de 3 anos e ele ´SÒ QUER A MÃE… e quem é a mãe????? hein??? EUUUUUUUU….
    PUTZ…. tá foda! tô tendo que apelar pra cama compartilhada em várias noites e durmo mal demail!!!
    Melhores noites pra nóis viu?? Bj

    • Nivea Sorensen

      Grace,
      E. não faz diferença entre a mãe e o pai, quem aparecer é lucro.
      Beijos

  • Elo

    Adorei Nivea..aqui funciona mais ou menos igual..marido chega do serviço e fica com a bebê..no final de semana ele compensa a ausência da semana..e todos os dias é ele quem põe a bebê pra dormir..tudo dividido , assim vamos seguindo..rsrs..bjs

  • Neda

    Tão, mas tão verdadeiro….
    Adorei! Inclusive compartilhei no FB.
    BJS

  • ka smith

    Nem preciso dizer que casei no mesmo regime que vc, né? hahaha

    beijo

  • Ananda Etges

    Vítor dorme a noite toda, então já estamos preocupados com a revolução que vai ser ter outro bebê em casa. Pq com o bom a gente acostuma fácil, né? Dormir a noite inteira no inverno então, em uma hora já tô acostumada!

    Beijos!

    • Nivea Sorensen

      Pior é isso, Andanda, nós também estávamos acostumados à um bebê que dormia. Para nossa infelicidade as coisas mudaram.
      Beijos

  • Francine Barrionuevo

    Em casa também dividimos tudo não exatamente como você colocou, mas acaba dando certo. É obvio que se a gente não dá uma cobrada de vez em quando eles acabam fazendo corpo mole…eu me finjo de morta, ás vezes, e funciona…rsrsrsrs
    bjo

    • Nivea Sorensen

      Francine,
      Eu exagero um pouco, sempre! haha… Mas é quase tudo dividido mesmo.
      Beijos

  • Dani Brito

    Casei nesse mesmo regime, que deveria ser o padrão em todo o mundo.
    Não fiz o bebê sozinha e cada um saboreia um pouco da doce rotina de cuidar de um bebê.

    Adorei.

    Beijo

  • Clarinha

    Estamos iguais aqui, Nívea. Apenas uma diferença: João sempre acordou à noite. Ele já tem dois anos e um mês. Cansa, viu! Sorte pra vocês! Tomara que o E. volte a dormir bem. Faz uma grande diferença para nossa saúde mental.

    • Nivea Sorensen

      Clarinha, nesse caso precisa dividir mesmo, né? Quem aguenta não dormir durante tanto tempo? Tomara que as coisas aí mudem.
      Beijos

  • Cath

    hahahaha lei seca no babog. Eu sei que eh cruel mas eu fazia isso com o meu stepson, me fazia de morta tb hahaha. Mas cortava chazinho, leite quente, qq coisa que fizesse ele acordar durante a noite. Deu certo mas eu me sentia a madrasta da branca de neve hahaha. E tb fingia que nao escutava, essa a gente fazia algumas vezes e dava certo ele voltava a dormir. bjussss

    • Nivea Sorensen

      A gente sempre finge que não escuta, Cath, mas nem sempre funciona.
      Beijos

  • Marília Peixoto

    Nossa que interessante! Não tem choro ne vela, cada um tem que fazer a sua parte!
    boa sorte pros 3,
    bj,
    Marília

Leave a Reply

Related Posts