Feliz Gravidez Pretensões e Desabafos

Ano bom é ano novo

2cd08e60d80c97ccbe87e80c6fbeaf68

Um post de despedida de 2014.

Esse ano que eu não consegui definir se foi no final das contas muito bom ou muito ruim. Deve ser porque foi um pouco dos dois.

Esse ano em que eu perdi as contas de quantos livros ou filmes li ou assisti. Sei que foram mais do que meu pouco tempo permite e muito menos do que eu gostaria.

Esse ano em que oficializei meu negócio próprio mas que me fez perceber que era necessário desacelerar para priorizar o que sempre foi prioridade, meu filho.

Esse ano em que eu não consegui manter bons hábitos de alimentação e atividade física (não nos muitos meses em que estive grávida, praticamente o ano todo) mas que tentei ioga, homeopatia e meditação. Todos os três serão adotados para a vida.

Esse ano que de tão intenso me fez precisar de novo de medicação (ainda que em doses mínimas) para depressão e consultas com um psiquiatra. Esses, assim que possível (leia-se depois do meu puérpio), serão deixados para trás.

Esse ano em que até fiz pequenas viagens mas não curti nenhuma delas (em ambas estava afundada em hormônios do primeiro trimestre das duas gestações).

Esse ano em que se resume, e para isso eu só preciso reler o que acabei de escrever, em estar grávida. Não é de se estranhar já que dos 12 meses, 10 eu passei grávida. E grávida eu não me sinto eu mesma. A verdade é essa. Sinto uma gratidão enorme por ser capaz de ter filhos e uma felicidade ainda maior em esperar por eles, mas no fundo são sempre meses difíceis para mim.

Foi um ano muito triste pela perda dos dois bebês, cheio de pequenos problemas, muito caos e incerteza mas que termina muito melhor do que eu poderia imaginar.

Nesse último dia desse ano estranho me sinto cheia de esperança e cheia de vida, com um bebê querido e muito esperado na barriga, uma família cheia de saúde e uma casa nova para chamar de nossa, para chamar de lar. A casa que a gente tanto quis, aquela que a gente escolheu. Comprada no momento certo e entregue para nós a tempo de a gente começar o ano por aqui.

Definitivamente muito melhor do que eu poderia imaginar. Tão melhor que já nem consigo olhar para trás com pesar. 2014 precisava ter sido amargo para terminar assim tão doce. Os perrengues todos do ano tornaram meu casamento muito mais forte. Quantas vezes nos abraçamos com a certeza de que ia ficar tudo bem e que tínhamos o mais importante? Quantas vezes nos apoiamos um no outro sabendo que um dia a gente ia rir de tudo que podia e deu errado? Muitas. E a gravidez que nunca seguiu? Aqueles dois bebês precisaram me deixar para que esse aqui viesse. Quando olhar para esse bebê, dentro de algumas semanas, tenho certeza que vou amá-lo por três e vou finalmente fazer as pazes e entender porque tive que passar por tudo aquilo.

Então, vem 2015. Vem que eu te abraço e te cuido.

N.

PS. Feliz ano novo!

12 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
December 31, 2014
Next Post
December 31, 2014

12 Comments

  • Nicholas

    Hey Sorensens…
    Happy New Years eve e abrace e beije muito esse tal de 2015 que ja consideramos pakas 😉

    Peace,
    Nick

  • Luciana Ehsse

    Nivea, enxergar que o lado ruim tem o bom é tudo pra ter a vida feliz! Desejo mta saúde e alegria pra vocês quatro! Que o pé direito dure todo 2015! Beijão

  • Bruna Rauscher

    Que texto lindo!!!!!!!! Chorei de emoção, e de alegria por vocês!
    Mas vou garantir que choro por conta das cebolas cortadas para a tradicional torta de cebola!!!!!!
    Feliz Ano Novo!!!!!! Feliz Casa Nova! Feliz Bebê Novo! Feliz Família Nova!!!!!!

  • Paula Oliveira

    Feliz ano novo, querida.
    Voce é uma guerreira e merece um ano novo de muitas alegrias.
    Beijos

  • Camila Lins

    Feliz Ano Novo e que traga muitas alegrias!!

    Em 2015 quero continuar lendo suas histórias e vendo sua evolução como pessoa!

    Bjs!

  • kel

    Que bom que teu ano terminou doce, e que bom que nos momentos difíceis você tem a sabedoria e a certeza de que tem o que é mais importante, acho que isso é saber viver, desejo um ano novo cheio de saúde, paz e alegria pra vocês quatro. Bj

Leave a Reply

Related Posts