Menu
Blog

Sobre o blog

06230cd9d43931b665e0b360a83ce6c7

A Bárbara, a Paula e a Manu me indicaram para responder algumas perguntas sobre o blog. Para responder tudo num post só eu misturei as perguntas das 3 já que algumas eram repetidas e no final sobraram essas 8 aí de baixo. Como tem muita gente nova aqui nos últimos tempos eu achei que seria legal participar e contar mais sobre o Que Seja Doce.

***

1) Por que você decidiu criar o blog?

Eu sempre escrevi diários,daí em abril de 2006 resolvi criar o blog provavelmente porque descobri nessa época que outras pessoas faziam isso. Na verdade continuei fazendo o que já fazia mas usando uma plataforma diferente. Acho que fiz como um hobby mesmo sem nenhuma outra motivação. Nem lia outros blogs na época, hábito que eu só adquiri depois que já estava morando na Irlanda.

2) Seus propósitos com o blog já mudaram desde que você o criou?

No início ele tinha um pouco mais cara de diário e, apesar de não ser bloqueado eu não divulgava. Eu ainda falo sobre as mesmas coisas mas acho que o tom é um pouco (só um pouco) menos pessoal porque meu jeito de escrever mudou. De qualquer jeito eu continuo escrevendo sempre pra mim mesma em primeiro lugar.

3) Sobre qual assunto você gosta mais de escrever?

Não tem jeito, eu gosto de escrever sobre mim, minha vida, minha família e sobre como vejo as coisas. A razão disso é que eu gosto mesmo é de voltar e ler coisas antigas e recordar. Não me preocupo se alguns assuntos atraem menos visitas do que outros.

4) Você se vê blogando daqui 3-5 anos?

Sim. Eu adoro escrever e adoro esse espaço. Não consigo imaginar porque isso mudaria com os anos.

5) Sua família e amigos têm acesso ao blog?

Todo mundo tem mas não sei ao certo quantos amigos passam por aqui nem a frequência com que fazem isso. Quanto à família, no Brasil só a minha irmã lê. Por aqui I. e a minha sogra costumavam ler usando o google translator mas acho que hoje nenhum dos dois faz mais isso.

6) Sobre quais assuntos você gostaria de escrever no blog mas não o faz por medo de ter sua privacidade invadida?

Talvez eu devesse ter mais cuidado, mas na verdade não me importo muito com isso. O blog está lotado de fotos do meu filho e não vejo problemas (meu único cuidado é não publicar fotos dele sem roupa). Eu não uso nomes mas isso foi também não é para preservar a identidade de ninguém. Tenho alguns filtros, mas não existe assunto proibido (a não ser que envolva outras pessoas diretamente).

7) O blog já te trouxe problemas? (privacidade, comentários negativos-ofensivos, fofoca, etc)? Se sim, como  você reagiu? E qual o lado bom de se ter um blog?

O lado bom é que eu conheci muita gente legal por aqui. Até mesmo as pessoas desconhecidas pessoalmente acabam me tratando com muito carinho. Tenho sempre um número que eu acho considerável de comentários para um blog pessoal, o que demonstra isso. Como Dublin é uma cidade bem pequena e é lotada de brasileiros muita gente me reconhece na rua. Além disso, eu adoro ter registrado alguns momentos da minha vida. Adoro voltar e ler posts antigos.

Problema de verdade o blog nunca me trouxe. Tive alguns comentários anônimos e ofensivos algumas vezes mas normalmente eles nem são publicados (minha única regra aqui é que se não tem nome não comenta). Algumas ofensas vêm com nomes falsos, mas nunca me importei com isso. Durante a minha gravidez do E. falei uma vez sobre aborto (na verdade sobre legalização do aborto) e recebi um email com fotos daquelas bem  pesadas, de fetos mortos e coisas do tipo. Reclamei disso por aqui e uma conhecida (alguém que entrou em contato comigo pelo blog e que eu tinha tentado ajudar porque estava se sentindo sozinha na cidade) achou que precisava se defender causando o maior bafafá por lá. O link do post está aqui, se alguém tiver curiosidade (mas eu peço perdão pela formatação que está toda errada porque foi publicado no servidor antigo). Depois quando E. já era maiorzinho alguns comentários ofensivos começaram a aparecer na minha conta no instagram mas esses comentários foram deletados.

8) Há algum post que mereça atenção especial/te deu mais orgulho? Qual?

Não conseguiria escolher um só porque meus favoritos mudam com o tempo, então vou fazer um Top 5 com os devidos links:

Quero – escrito no primeiro aniversário do E.

29 Semanas e a Invasão Bárbara – a história do meu sobrenome e 29 semana de gestação.

Sete – sobre os 7 anos de blog

O Olhar Dela – sobre uma desconhecida e um gesto que acabou marcando a minha primeira gravidez

Dilema Materno – o dia que o E. jogou minhas calcinhas no quintal do vizinho

***

Ah, eu sei que deveria escolher 5 pessoas e fazer 5 perguntas mas vou deixar um convite geral para quem quiser participar, que tal?

N.

About Author

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

14 Comments

  • Thais Bessa
    October 9, 2014 at 6:02 pm

    Fiquei curiosa de ler o das calcinhas hahaha.

    Acho que minha vida é muito desinteressantes, porque nunca recebi nenhum comentário anonimo, ofensivo, troll. Já tive blog privado, o atual é aberto, mas isso me tolhe nos temas. Faço só diarinho, não faço reflexões sobre temas polêmicos. Às vezes tenho vontade, mas a preguiça é maior. Já o instagram é fechado mesmo, e sou bem chata. De cada 10 solicitações que recebo, aceito umas 2 ou 3.

    Bjs

    Reply
    • Nivea Sorensen
      October 13, 2014 at 6:03 pm

      Eu acabo aceitando gente no instagram, principalmente porque vem muita gente daqui. Mas enquanto aqui eu acho que as pessoas temo direito de comentar e não concordar, por lá eu não aceitaria o mesmo, não.
      x

      Reply
  • Manu Maia
    October 9, 2014 at 6:03 pm

    Ahh, q bom que respondeste. 🙂
    Sobre o top 5 posts, aquele da calcinha no quintal do vizinho è um q me marcou muuuuito, e nao sei porque. Ahahah!
    Ate hoje, quando vejo mamaes e bebes “santinhos” na rua me lembro do teu post. Ahah

    Beijoca

    Reply
    • Nivea Sorensen
      October 13, 2014 at 6:04 pm

      Manu, eu ainda me surpreendo com bebes quietinhos 😉 x

      Reply
  • Did
    October 9, 2014 at 7:19 pm

    acho que vou aderir porque ando sem assunto é cheias de mimimi com o trabalho e o Arthur só ficando doente. Assim desvio o foco!

    Reply
  • Cintia Romano
    October 9, 2014 at 7:25 pm

    Adorei ler o post e o atual Top 5!
    Chorei lendo “Quero”, coisa mais linda…
    Chorei lendo “O olhar dela”, tão delicado…
    Mas também ri muito, com “Dilema Materno”!
    Seu blog é muito legal, virei fã!
    Bjs

    Reply
  • Paula Oliveira
    October 9, 2014 at 8:24 pm

    Que delícia ler esses posts antigos. Vc escreve magicamente bem.
    Beijos

    Reply
  • Bárbara Hernandes
    October 9, 2014 at 10:47 pm

    Ah, adorei que você respondeu! E nossa, você tem muito post legal! Devo te acompanhar há anos…. 🙂

    E mesmo acompanhando, nunca tinha visto esse post ~polêmico~ nem os comentários – cara, como tem gente babaca no mundo, né?

    Enfim…

    ps.: R. também lê meu blog pelo google tradutor, não sei até quando a paciência vai durar! rs

    Reply
  • Eliane
    October 10, 2014 at 2:18 pm

    Oi Nivea, gosto muito de ler seu blog e resolvi me apresentar para não ficar com aquela sensação de criança que fica atrás da porta escutando conversa alheia. Coneci o seu blog através do blog da Bárbara, num daqueles dias que você fica olhando as paisagens da Irlanda no computador e uma imagem puxa um blog, que puxa outro e assim cheguei aqui. Adoro a forma engraçada como você trata assuntos de mãe, e fico na torcida para que tudo esteja ok na sua vida, parece até novela da vida real!! Bem, dito isso me sinto mais à vontade para ler seu blog. Abraços, Eliane.

    Reply
    • Nivea Sorensen
      October 13, 2014 at 6:05 pm

      Eliane, muito obrigada pela apresentação! Um beijo

      Reply

Leave a Reply