Menu
Gravidez / Pretensões e Desabafos

Em dobro

Hoje faz 3 semanas que eu resolvi fazer uma ultrasonografia numa clinica particular.

Era cedo, pouco antes de completar 9 semanas de uma gravidez que ainda era segredo (praticamente), e ia contra o meu desejo inicial de levar uma gestação com o menor número de intervenções e preocupações possíveis. Eu já tinha decidido não fazer nenhum exame no primeiro trimestre e estava contente com uma única sonografia feita na 20a semana.

Só que algo sem nenhuma explicação, sentido ou razão, me dizia uma coisa diariamente. Me dizia em sonho, me dizia através de algumas coincidências, me dizia através dos sintomas tão fortes que eu vinha sentindo. Algo me dizia que eu estava grávida de gêmeos. Para não passar por louca só comentei sobre a intuição (ou chame-se lá do que for) com meu marido e com a minha irmã.

Naquele dia eu precisava confirmar.

A ultrasonografia mostrou um único saco gestacional e na hora a primeira coisa que eu pensei foi que eu estava errada. Só depois me dei conta de que não se via nada dentro, nem feto, nem batimentos cardíacos, nada. Sabia que não eram boas notícias. Ela me disse que as datas deveriam estar erradas eu poderia estar no começo da gestação quando ainda não se pode ver nada mesmo.

Mas eu sabia que as datas estavam certas, sabia o dia da ovulação, tinha confirmado a gravidez bem cedo, não podia estar errada. Ao invés de esperar uma semana para repetir o exame e ter a confirmação do aborto, esperei só até sexta-feira e fui ao hospital/maternidade.

Fui sozinha. Depois de duas outras ultrasonografias conseguiram ver o feto, já sem vida. Mesmo assim, oficialmente eles precisariam esperar mais uma semana e outro exame para confirmar e oferecer algum tipo de intervenção se eu quisesse.

A semana passou e foi muito difícil. Precisei  arrumar e limpar a casa toda porque teria vistoria na minha cozinha na sexta-feira, muitas coisas para fazer, E. passou a  não dormir a tarde e eu não estava com muita vontade de sair da cama mesmo. Na quinta-feira ainda comecei a sentir cólicas razoavelmente fortes e tive algum sangramento.

Na sexta I. foi comigo à consulta que eu achava que seria rápida e menos doída. Não foi nem uma coisa, muito menos a outra.

Como era uma ultrasonografista diferente dessa vez, ela me perguntou antes de dizer qualquer coisa, o que eu já sabia. E eu já sabia do aborto, o que ela confirmou. Mas aí ela resolveu contar uma outra coisa que eu também já sabia, mas tinha ignorado desde aquela primeiro exame: eram gêmeos.

Dois fetos. Idênticos.

A moça pediu desculpas e disse provavelmente que não haviam me contado isso na semana passada para me poupar mais sofrimento, mas que seria melhor ela contar do que eu ficar sabendo pelo laudo do exame.

I. olhou para ela e disse que eu sabia.

Verdade, eu sabia. Nem por isso foi menos difícil receber a noticia só ali, quando ao invés de dois corações batendo havia só silêncio.

N.

About Author

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

54 Comments

  • Ana
    February 9, 2014 at 5:36 pm

    Nivea, sinto muito por ler isso.

    que deus os ilumine e de forças!

    beijo

    Reply
  • Veneranda
    February 9, 2014 at 5:57 pm

    Nó na garganta e lágrimas nos olhos. Sinto muito… =/

    Reply
  • Aida
    February 9, 2014 at 6:00 pm

    Que dor enorme, nao consigo nem imaginar o tamanho. Espero que Deus te de forca para se recuperar, seguido da familia que voce tanto deseja. Um grande abraco.

    Reply
  • ka smith
    February 9, 2014 at 6:25 pm

    Não era segredo pra mim.
    E eu sofri junto.
    E me lembrei que quando aconteceu comigo você esteva do meu lado.

    Um beijo amiga, com a certeza de que dias mais doces virão.

    Reply
    • Nivea Sorensen
      February 18, 2014 at 5:07 pm

      Obrigada, amiga. De coração, foi bom poder desabafar com você x

      Reply
  • Priscila
    February 9, 2014 at 10:55 pm

    Nossa Nivs, fiquei muito triste de saber isso! Chorei muito agora! Mas que Deus de força a vcs!!! Beijos

    Reply
  • Carol
    February 9, 2014 at 11:34 pm

    puta merda, Ni.
    perdão pelo meu francês, mas cara, que merda, me doeu o coração, me calou fundo essa. imagino como vc deve estar…

    espero que vc fique bem e que logo consiga virar essa página.

    sinto mto mesmo!

    beijo grande

    Reply
  • De.
    February 10, 2014 at 1:05 am

    Sinto muito. Já estive nessa situação e sei o quanto doi. Sei também que nada do que seja dito será suficiente para aplacar essa dor. O tempo é um excelente remédio, você já deve ter percebido.
    Um abraço bem fortes das terras quentes aqui do sul.
    Beijos,
    De.

    Reply
  • Beatriz
    February 10, 2014 at 3:14 am

    Independente da crença que se tenha, você e sua família estarão nas minhas orações… e que dias mais doces venham na hora certa

    Reply
  • Bibi
    February 10, 2014 at 1:05 pm

    que droga isso!
    mas, independente do que está acontecendo, ou do que aconteceu, o tempo ajudará a te deixar bem.
    estou torcendo por isso.
    ótima semana, querida!

    Reply
  • Priscila M.S.LIma
    February 10, 2014 at 2:42 pm

    Puxa, bateu uma tristeza agora. Desejo muita força. Que consiga encontrar o conforto e que essa dor passe logo.Bjs

    Reply
  • Liza
    February 10, 2014 at 2:42 pm

    Nivea, sinto muito! Estou sem palavras. Espero que papai do céu acalme o seu coração e que você se recupere rapidamente com muita saúde pra gerar outro(s) bebe(s). Fica bem.

    Reply
  • Carolina Bittencourt
    February 10, 2014 at 3:25 pm

    Nivea, sinto muito pelo que aconteceu, te desejo forca e paz de espirito para superar esse acontecimento tao triste. Eh dificil entender certas manobras do universo, por isso espero que voce seja abencoada com dias melhores, o mais breve possivel. Um beijo no coracao

    Reply
  • Mari Spil
    February 10, 2014 at 3:51 pm

    Intuição de mãe é uma das coisas mais fortes de que se tem notícia. Quando Deus criou as capacidades das mães, criou a intuição porque somente a razão não daria conta. Sinto muito pelo que aconteceu e me solidarizo no abraço, esperando que de muitos abraços que você receba, ajudem pelo menos a recuar um pouquinho a tristeza.

    Reply
  • Ludimila Henriques
    February 10, 2014 at 4:06 pm

    a fase ruim do seu lado, esperando te confortar de alguma maneira.
    Estranho como gostamos de alguém que nunca vimos né?!
    Não se cobre,nem se culpe, pq Deus sabe o motivo de cada coisa.
    É na adversidade que nós evoluímos, então busque o que em vc mudará depois disso.
    Estarei daqui torcendo pra que esses sentimentos ruins saiam do seu coração e tudo recomece outra vez, o ciclo das coisas retornem ao seu lugar.

    Um bjo muito carinhoso de alguém que torce por vcs.
    Lud.

    Reply
    • Nivea Sorensen
      February 18, 2014 at 5:12 pm

      Obrigada, Ludimila. Você sempre tão fofa! x

      Reply
  • Márcia
    February 10, 2014 at 5:11 pm

    Desde ontem, quando li seu post, fiquei tentando escrever algo.
    É muito dificil.
    Mas acho que todas nós mulheres entendemos um pouco.

    Se um abraço virtual ajudar,
    sinta-se abraçada.

    Reply
  • Carolina
    February 10, 2014 at 5:56 pm

    Putz! Nunca comentei por aqui, mas depois deste post sinto necessidade de falar alguma coisa que te conforte e que te traga um pouco de paz. Eu sinto muitíssimo e torço muito para que você supere isso da melhor maneira possível, tanto você quanto sua família!!! Sinta-se abraçada, um abraço bem apertado lhe desejando muita força! Beijos

    Reply
  • Marcela
    February 10, 2014 at 6:05 pm

    Nivea, eu sinto muito, muito mesmo! Queria poder estar aí com você e te dar um abraço <3

    Reply
  • mariana
    February 10, 2014 at 7:07 pm

    poxa, nívea, que triste. aconteceu o mesmo comigo: grávida de gêmeos, idênticos, mesmo saco, gravidez rara e de risco, como o médico me lembrava sempre. eu perdi um e depois o outro. não foi planejada nem nada e ainda não engravidei de novo. mas não vejo a hora de ter um filho e, eu realmente espero que vc supere logo o que aconteceu, porque uma hora a gente supera. um beijo!

    Reply
    • Nivea Sorensen
      February 18, 2014 at 5:15 pm

      Obrigada, Mariana. Espero que você consiga engravidar em breve.
      x

      Reply
  • Ingrid
    February 10, 2014 at 11:03 pm

    Nivea, não te conheço pessoalmente, mas digo com toda sinceridade que estou muito triste com tudo isso. Desde o último post e com esse ainda mais.
    Como só mesmo Deus pode confortar o coração da dor de uma perda, vou continuar orando a Ele por você e sua família.
    Um beijo.

    Reply
  • Lili
    February 10, 2014 at 11:10 pm

    🙁

    Reply
  • Dayane
    February 11, 2014 at 5:29 am

    Nívea, sinto muito. Se meu peito ta apertado agora, imagino o seu. Força! Só o tempo pra aliviar essa dor. Um abraço!

    Reply
  • Ana Cecilia
    February 12, 2014 at 5:56 pm

    Aí estou eu vagueando pelo face como em qualquer outro dia.
    Aí me dá uma curiosidade de clicar num link cujo uma amiga tinha comentado sobre uma comemoração do 4º aniversário de casamento.
    Aí eu entro no blog, xereto na descrição da blogueira que é brasileira como eu, casada com um estrangeiro como eu.

    E o primeiro post que eu leio é de algo tão pessoal, tão sofrido… eu que nunca comento nada, não pude deixar de lado.

    Uma mulher sabe dessas coisas, sempre sabe.

    Eu sinto muito por você ter de passar por isso.
    Há coisas que não deviam ser permitidas no universo e essa é uma delas.

    Um abraço apertado, mesmo que de uma desconhecida, para tentar juntar os pedaços do seu coração.

    Reply
    • Nivea Sorensen
      February 18, 2014 at 5:17 pm

      Ana Cecilia,
      Obrigada pelo comentário, pelo carinho e pela visita. Que pena que não tenha sido num momento mais feliz.
      x

      Reply
  • Priscila M.
    February 13, 2014 at 3:38 pm

    poxa Nívea, que notícia triste 🙁
    sinto muito pela dor de vocês, mas que Deus conforte os corações de vocês!
    beijos!

    Reply
  • Ana Kluber
    February 13, 2014 at 5:22 pm

    Deus conforte o seu coração Nívea…. Chorei só de ler, imagino quão dificil deve ser. Meu sonho sempre foi ter gemeos!

    Reply
    • Nivea Sorensen
      February 18, 2014 at 5:18 pm

      Ana, eu nunca sonhei com isso, só percebi que eu queria quando eles já não estavam comigo x

      Reply
  • Milene
    February 18, 2014 at 6:46 pm

    Ah, Nívea…..sinto muito! 🙁
    Força e fé!
    Um forte abraço!

    Reply
  • Netania
    February 27, 2014 at 2:31 pm

    Sempre acompanho o seu blog, mas ando sem tempo nos últimos dias e apenas hoje eu li este post. Nem tenho palavras para dizer o quanto eu sinto por isso.
    Não consigo nem imaginar o que você sentiu/está sentindo.
    Parabéns pela força que você tem. E te desejo muito mais força!

    Reply
  • Dai
    March 8, 2014 at 8:08 pm

    Chorei.

    Reply

Leave a Reply