Meu babóg Pretensões e Desabafos

Bom dia

2551582

7:30 da manhã. Abro os olhos e escuto E., que dorme no quarto ao lado, gritando: “mamãaae, mamãaaaeee”. I. saiu para a academia há mais de uma hora. Fecho os olhos novamente e prometo que se ele voltar a dormir mais 15 minutos eu nunca mais como chocolate, se forem 30 eu nunca mais como chocolate nessa vida e nas próximass, e se for 1 hora I. nunca mais bebe cerveja (eu me acerto com ele, ele me ama, vai entender). Ele continua: “mamãe, mummy, mamãaae, mummyyyy, mamãe, mummy”. Sem resultado, ele começa a gritar por ajuda: “help, help”. As janelas estão abertas, melhor eu levantar antes que algum vizinho ache que o menino realmente precisa de ajuda.

O dia começa oficialmente antes da minha primeira xícara de café preto, com uma troca de fraldas, prova da existência de um mundo cão. E. prefere que você corte o pinto dele com um alicate de unha e coma com açúcar do que troque sua fralda. Ele escapa e se enfia embaixo do berço, pelado. Quanto mais eu tento puxá-lo mais ele acha que é uma brincadeira e mais dificil fica. Desisto e resolvo ir arrumar minha cama primeiro. Dou uma geral no meu quarto e quando volto para ver o que ele está fazendo percebo que ele tirou todas as roupas das gavetas do armário e já fez xixi no carpete. Respiro fundo 1/147.

1 hora depois, ele está de fralda trocada e já coloquei as roupas de volta no lugar. Enquanto isso, claro, ele desfez a minha cama (edredom, lençois, tudo no chão)  e só não jogou os travesseiros pela janela porque eles não passaram pela grade (só ouço ele gritar do outro quarto: “tá stuck, tá stuck”*). Arrumo a cama de novo depois de respirar fundo 2/147.

Dou café da manhã para E., não sem antes uma séria negociação sobre o que ele quer comer (se existe um Nobel de PAZciência esse ano ele é MEU). Enquanto ele come sozinho tiro a louça da máquina, estendo a roupa lavada, dobro as que estão secas. Quando sento para o meu café-da-manhã, mingau de aveia com frutas secas e café,  ele já terminou o dele e pede outra coisa. Volto pra a cozinha e coloco uma fatia de pão na torradeira para ele. Meu café e mingau já esfriaram e como frio mesmo, no modo Dormitório-Casas-Bahia (36 parcelas no carnê). E. come além do cereal (porção de adulto), duas fatias de pão, uma banana e duas mexericas e continua reclamando que quer comida. 112% do tempo que meu filho fica acordado ele está pedindo comida.

Ele assiste Dora, a Explorada The Explorer, no iPad enquanto eu corro para tomar banho. Saio de toalha do banheiro e levo ele para o quarto comigo para secar o cabelo. 10 minutos para eu ficar pronta e ele 1) desenrolou o papel higiênico do banheiro da suite; 2) escovou a privada com a minha escova de dente (já não é a primeira vez); 3) tirou minhas calcinhas da gaveta e colocou todas embaixo da cama. Respiro fundo 3/147. Já estou suada.

Brinco com ele por 30 minutos e depois tento escapar e ir para a cozinha começar a preparar a janta e as minhas encomendas do dia seguinte. Ele me interrompe 1) porque está com fome; 2) porque ele quer um beijo no pé; 3) para eu fazer o macaco de estimação dele dormir (“mamãe nana cacão, please”); 4) porque o iPad está “stuck”*; 5) porque ele está muito quieto e melhor ir olhar (derrubou água na mesa de centro e fez uma poça para os trens de madeira); 6) porque ele está cantando e é a coisa mais linda de se ver; 7) porque ele quer vir no meu colo (“up, up, mamãe”) para ver o que estou fazendo; 8) porque ele está com fome de novo; 9) ele quer mais água; 10) ele disse “oh, no”, o que significa que ele fez merda (ficou entalado na lareira); 11) ele desenhou na parede.

O que não levaria mais de 30 minutos leva quase a manhã inteira e eu ainda não fiz a metade do que precisa ser feito.

Hora do almoço, ele derruba o prato de arroz e feijão no chão (carpete bege, caso você não saiba) enquanto eu recolho todos os brinquedos espalhados pela sala. Respiro fundo 4/147, recolho a comida e brigo com ele mas ele diz “I’m sorry, mamãe. I’m sorry, papá”, e eu deixo para lá.

Antes de ir para cama ele pede um beijo. Onde? , eu pergunto. “No subaco”, ele responde levantando o braço com cara de que é a coisa mais normal do mundo.

Bom dia.

Não são nem 2 da tarde e eu já quero voltar para minha cama.

Dá para me culpar?

N.

* stuck: entalado, quebrado

29 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
July 31, 2013
Next Post
July 31, 2013

29 Comments

  • Mari

    Ownnn…
    Será que ele não toca esse terror todo porque ele passa muito tempo sozinho (sozinho = sem outra criança da idade dele)?
    Boa sorte! 😉

    • Nivea Sorensen

      Sim, Mari. Tenho quase certeza disso. Todas as vezes que ele tem companhia para brincar a coisa é mais fácil.
      x

  • Gabi

    hahahahahahahaha, desculpa mas foi engraçado! aki é assim tbm 🙂
    é divertido hein (¬¬)

    • Nivea Sorensen

      Gabi, depois se parar pra pensar dá até para rir, mas na hora eu passo um nervoso…
      x

  • Dai

    Me sinto culpada por ter achado algumas partes engraçadas enquanto você “sofre” durante alguns momentos do dia, mas como não sorrir com o “oh, no” dele? Fiquei imaginando ele entalado na lareira…

    Beijos Nivea!!! =)

  • Dani Rabelo

    Ai, Ní, é cansativo meeeesmoooo!!!
    Brinco que meu fim de semana começa na segunda e termina na sexta, pq, né? Sábado e domingo é só ralação com a criança, enquanto passo 10 horas sentada no escritório durante a semana.
    Mas… eu sinto muita falta de cuidar da minha pequena e daria tudo para fazer um post contando do meu cansaço extremo que ela dá. E eles dão mesmo.
    É de encher a paciência de vez em sempre. Mas às vezes…. bem às vezes…. a gente vai deitar acabada e morta e pensa “meodeos, como é bom poder ter a chance de educar meu filho”.

    Eu não tenho.

    E isso não é lição de moral, não, viu? Pelamor…. de forma alguma.
    Isso é apenas inveja, pq li tudo isso, fiquei cansada, me lembrei dos meus fins de semana e pensei que todos os dias, pelo menos umas 3x por dia, eu penso em como seria se a minha rotina fosse esta.

    Não seria fácil. Certeza.

    Um beijo grande!

    E o Erick é lindo de viver.
    Beijo no pé… ai Jesus…. morri….

    • Nivea Sorensen

      Oi Dani, eu sei que não é lição de moral, não! Sabe o que eu acho de verdade? Que a gente quer o que não tem. Eu nesse momento fico me perguntando se seria mais fácil trabalhar fora e acho que sim. Não quer dizer que se eu estivesse na sua posição não estaria reclamando de não ter a chance de passar o dia com o filho.
      Um beijo

  • Martha

    Desculpa, mas eu tbm ri.. só um pouco eu juro!!!
    E como a Dani, tbm lembrei do meu final de semana… digo que chego no trabalho segunda, mais cansada do que saio na sexta!!!
    Fui agraciada com um filha que dorme bem (de manhã, pq a noite só contando até 1000) mas que tbm passa boa parte do dia comendo, correndo, pulando e escalando!!! cê viu lá que sofro, né?! rsrsr

    Imagino que quando ele vai tirar o cochilo a vontade seja de se jogar com tudo por lá tbm!!!

    Força na peruca!!! Ele é uma figura (qual não é, nessa idade?)

    Bj grande!

  • Karen

    hahahhaha “no subaco” 😛

  • Bruna Dalfré

    Aqui é assim também!Não dá pra fazer nada sossegada e na soneca da tarde eu também já estou com sono e cansada!
    Seu relato das 7:30 é igual o que acontece comigo, ela fica chamando em todos os tons, do baixo até o mais alto “mãe, mãmãeeeee,mãeeeeeeeeeeee”, e eu fico lá acreditando que ela vai dormir mais 15 minutinhos, pura ilusão!
    E o desfralde?Sem sucesso?Ao menos E. está dormindo bem a noite?
    E assim continua nosso dia…..
    Beijosss Nívea!

    • Nivea Sorensen

      Bruna,
      Estou com uma preguiça tão grande desse desfralde, mas acho que precisamos retomar.
      x

      • Bruna Celia

        Nivea, ja tentou o livro da gina ford? Diz que em uma semana faz o bebe parar de usar fralda. 🙂

  • Karen

    Nossa Nivea, conheco Tao bem esta fase… A gente não sabe se ri ou se chora, ne? Alguem me explica porque eles nunca querem trocar a fralda? E porque querem fazer tuuuuuuudo sozinhos? A frase que eu mais ouco da Helena eh Helena faz! Ou Helena sozinha!

    Haja paciência…

  • Manu Maia

    E haja paciencia, heim Nivea!

    E’ por essas e por outras, que sinto ainda nao estar pronta pra um filho.
    Um beijo, e respira fundo!

  • Nadja

    Tem coisa que enlouquece e outra que derrete a gente, né?

    Paciência você tem, e muita né?!!! Boa sorte!!! boa sorte!!! respira fundo e bom dia!!!

  • Mia Novais

    Como diria minha vó, “seria cômico se não fosse trágico” rs.

    As sacadas do E. são as melhores, o “help, help” então, nada poderia funcionar melhor kkk Ele é muito esperto 😉

    Um dia de cada vez e chegamos lá!

    Bjo!

  • Diana

    Só vou dizer uma coisa e séria: ainda bem que ele come!!!! Minha filha, vc não sabe o stress que é uma cça. que não quer comer. Eu bem sei. A minha tem 1a6m e 8Kg. Pense num stress.

    • Nivea Sorensen

      Diana, eu consigo imaginar. Por coincidência falo sobre esse assunto aqui no blog hoje.
      x

      • Diana

        vou ler com atenção. E deixar minha experi~encia, como sempre. rsrrs Beijo.

Leave a Reply

Related Posts