Meu babóg Pretensões e Desabafos

Trabalho infantil

Abomino.

Acredito, fielmente, que criança não trabalha, criança dá trabalho, como já dizia a canção.

Menos aqui em casa, claro. Sim, porque aqui em casa a coisa é diferente e todo mundo faz o que pode para ajudar com as tarefas domésticas. Até mesmo porque eu sou fantástica (e modesta) mas sou uma só.

E., desde cedo foi criado assim. Olha aí todo novinho ainda já me “ajudando” a limpar o carpete.

IMG_4567

Hoje em dia, colocar a roupa na máquina de lavar é tarefa só dele. Eu separo, deixo no chão, e ele se encarrega de levar do quarto para a máquina que fica na cozinha. Acredite se quiser, não sobra uma meia perdida no meio do caminho.

Além disso, diariamente, ele me ajuda a tirar a louça limpa da lavadora. Antes do café-da-manhã ele já corre para a cozinha dizendo “Erik ajuda mamãe”. Eu tiro somente as facas (e copos) e o resto ele vai tirando e me entregando para guardar, item por item, sempre dizendo “thank you, meu amor” depois de cada um deles. Ao final ele ganha seu beijo e vai, feliz da vida, brincar.

IMG_6749

IMG_6750

Brincadeiras à parte, é claro que a ajuda dele nesse momento é só para inclui-lo nas minhas atividades diárias e passarmos mais tempo juntos. Mesmo assim tenho certeza que ele vai ser criado para fazer de tudo um pouco, sem fazer nenhuma diferença entre o que é tarefa de homem ou de mulher. Meu marido é assim e não é à toa. Adivinhe se minha sogra fazia alguma diferença entre ele e a irmã?

Sorte nessa vida, anota aí, vai ter a minha futura nora. Já eu, eu um dia vou ser premiada a sogra do ano.

Ah, vou…

N.

22 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
July 11, 2013
Next Post
July 11, 2013

22 Comments

  • Karina M.

    Ní,

    Desde que mandei a empregada embora Biel também me dá uma mãozinha.
    Ele adora tirar as roupas da secadora e me dar para dobrar. rsrsr

    • Nivea Sorensen

      Tem que ajudar sim, Ka. Mesmo que ele não precise depois é sempre bom que ele saiba o trabalho que dá e saiba se virar.
      x

  • Didi

    Arthur também me ajuda. E adora. Quando tiro o pó com um pano ele vai com outro, quando lavo roupa ele me ajuda a tirar ou colocar na máquina. E é o primeiro a correr para a máquina quando ela avisa que terminou o serviço. Adora brincar de fazer papá, colocar o feijão na panela para mim ou ajudar a espremer as laranjas para fazer o suco. Também espero que ele seja um bom partido porque não faço questão nenhuma de poupá-lo das tarefas domésticas que são de todos e não exclusivamente das mulheres.
    Vamos fazer uma sociedade melhor! beijos

  • Carol

    hahaha que fofo!!!
    a foto dele com o aspirador foi demais! e ele agradece a cada prato? além de ajudante, ainda é super educado!
    Um príncipe irlandês! 😀
    Meu parasitinha tb vai entrar nessa onda e confesso que morro de vontade de comprar aquelas vassourinhas e rodinhos que vendem em feiras em SP, sabe? é fofo! hehe
    bjssss

  • Marcela

    Nivea, que linda sua atitude, linda mesmo. Não acho que isso seja trabalho infantil. Acho que todas as mães tinham que fazer isso com os filhos. Como você disse, você não só inclui o E. nas suas tarefas diárias como já o ensina a ajudar em casa. Acho que se o E. fosse uma menina e você estivesse ensinando essas coisas ninguém ia falar nada, porque a sociedade já espera que as meninas que cuidem disso. Eu conheço muitas famílias em que as filhas são as que tiram a mesa, e ajudam a limpar a cozinha depois, enquanto o filho e o marido ficam assistindo TV no sofá. Acho que todos têm que ajudar, já que todos moram na casa. Acho lindo que você já vai ensinando seu filhinho a não ser machista. Continue assim!!!!!

    beijos

  • Luciana - Canada

    Eu sempre soube que minha filha era sortuda! obrigada Ni!
    ahahhahahahhah!

    E. cada dia mais fofo!

    Sabe, meu marido tb eh assim, nao ha distinçao entre o que eu faço e que ele faz. Quem chega primeiro na cozinha começa lavando a louça, o outro começa a cozinhar e assim a gente vai fazendo o que tem que ser feito sem estresse. E a Sophie nos ajuda tb e adora!

    🙂

  • Line

    Haha, ele é fofo demais!

    Eu acho que você faz muito bem, se todas as mães pensassem como você o mundo não estaria tão cheio de marmanjos preguiçosos e autoritários. Também sei sorte com meu marido, que faz de tudo um pouco e cozinha muito bem, mas na casa dele também não teve moleza não!

    Lá em casa eu me lembro que eu fazia as atividades domésticas como ajeitar a cozinha, varrer e tirar poeira, e meu irmão ficava com a parte do quintal, que na visão dos meus pais era mais coisa pra macho, rs. Ele ficava a semana inteira sem limpar o quintal, e toda sexta-feira antes do meu pai chegar de viagem, minha mãe fazia a parte do meu irmão pro meu pai não ver. Hoje ele é do tipo que não sabe cozinhar um ovo e ainda depende da minha mãe pra tudo!

  • Mari

    Que Deus conserve!
    Ahh, se E. tivesse chegado uns 25 anos antes…
    Beijo meu!

  • Camila

    Tem que ser assim mesmo.

    Quando criança também ajudava minha mãe a lavar a louça, eu adorava hahaha

    No natal também ajudava montando a árvore, apesar de ter quebrado TODAS as bolas de natal, que eram de um material que parecia vidro.

    Odeio homem que não faz nada em casa e fica só dando ordem.

  • Priscila M.

    que gracinha que ele é!
    uma fofura!
    e está certa você de criar ele assim!

  • klelia

    alem d ajudar ele ainda agradece,fofo!

  • Gisele

    Quem vai mesmo agradecer vai ser ele mesmo. Vai agradecer por ter tido sorte de ter uma mãe que o ensinou a ser independente, antes de mais nada.

Leave a Reply

Related Posts