Vida na Irlanda

Sobre bárbaros, cavalheiros e o homem que eu amo

Um dos sinais mais claros de que eu já me adaptei completamente à vida irlandesa não é o fato de eu colocar creme em todas as minhas sobremesas e achar normal comer feijão no café-da-manhã, mas sim o o fato de que eu larguei de vez o futebol pelo rugby.

Dizem que a diferença de um e de outro é que enquanto o futebol é um esporte de cavalheiros jogado por bárbaros, o rugby é um esporte de bárbaros jogados por cavalheiros.

Acontece que o que a princípio parece mesmo uma bárbarie tem uma série de regras que eu, há quase três anos nessa ilha, ainda estou aprendendo a entender. Sempre assisto com I., e quando não entendo alguma coisa sou obrigada a perguntar.

E olha que é nessas horas que eu vejo que esse ele me ama e tem comigo toda a paciência do mundo. Ou que homem teria o seguinte diálogo com a esposa durante um jogo da Copa do Mundo do seu esporte preferido?

N: [no auge da minha inocência esportiva] Bebê*, eles ficam lindos com essas camisas justas, não? Um arraso, muito mais bonitos do que no futebol. Quem decidiu que as camisas dos jogadores seriam assim coladinhas ao corpo estava tentando atrair o público femino, não foi?

I: Não, bebê. Na verdade as camisas TÊM que ser justas assim para que os jogadores não sejam facilmente puxados pela roupa.

N: Aahh…. E pode puxar pela roupa?

I: Pode.

N: Pode segurar pelo braço?

I: Pode.

N: Pode segurar as pernas?

I: Pode.

N: Pode derrubar também, né? [perguntei só para testar a paciência dele, uma vez que derrubar o adversário é o que mais se vê em jogo de rugby]

I: Pode, desde que o jogador derrubado tenha a posse da bola.[passou no teste]

[a conversa continua por 20 minutos com aproximadamente 78 perguntas que começam com “pode?”]

N: O que NÃO pode, então?

I: Não pode virar o jogador de cabeça para baixo e bater com a cabeça dele no chão. [falando sério]

N: Aahh…

Resumindo em três tópicos:

1) não, as camisas não são fashion, são práticas, mas vai dizer que não são mesmo mais bonitas?

2) em rugby pode tudo, menos matar;

3) sim, ele me ama mesmo.

N.

*Bebê é como a gente se chama muito (mas muito) antes de uma tal atriz global se apossar do termo

23 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
October 20, 2011
Next Post
October 20, 2011

23 Comments

  • ka smith

    Se pode agarrar e puxar pelo braço , pode mulher jogar no mesmo time ?
    hahahahah
    Rosinha mooooooooorre de ciumes dos jogadores, de todos !

    beijo bebê

  • Manu

    Isso é que é paciência, heim Nivea!

    Se bem que, vendo por esse lado das camisas e shorts coladinhos, agarramento pra todo o lado, o jogo não parece tão chato. Rsrs

    Eu também testo a paciência do P., mas o esporte dele é o basquete, que ao contrário do Rugby não tem os jogadores sarados/masculos, com roupas colantes =/. Acho que tá na hora de eu dar umas dicas pra ele, vai que ele mda de esporte. Fingers Crossed. Ahahahhaa

    Beijos!

    • Nivea Sorensen

      Manu,
      Basquete não, dá! Coisa horrorosa aqueles uniformes grandões, não valorizam ninguém. Apresenta o rugby para ele, urgentemente.
      Beijos

  • lorena

    A gente aqui em casa tambem se chama de bebê, antes da tal atriz global, e de voce, ta?
    Hahaha

    • Nivea Sorensen

      Hahaha, olha Lorena que é uma competição séria! Bebê já faz parte do meu vocabulário faz tempo!
      Beijos

  • Ana

    Também sofro desse mal, o único esporte que o Mike acompanha é rugby, mas só os jogos do País de Gales. Vivo aprendendo coisas novas, sábado passado aprendi que o jogo só acaba quando a bola sai de campo, olha só! rs
    xx

    • Nivea Sorensen

      Ana, o marido é galês?
      Beijos

      • Ana

        É sim! Diferente, né? rs Ele veio pra Inglaterra fazer faculdade e por causa dos empregos foi ficando, mas sempre que podemos, vamos pra lá.
        xx

  • Priscila

    Eu amo o Jonathan, da selecao da Irlanda. Sempre assisto o jogo pro causa dele e assim com vc nao entendo todas as regras ainda. Acho q o unico ali que sabe das regras e o juiz, eheheheh bjs

    • Nivea Sorensen

      hahaha…. Pri, que brasileirice chamá-lo pelo primeiro nome! haha Passei 5 minutos tentando me lembrar de quem você tava falando, passando mentalmente os sobrenomes e nomes na minha cabeça.
      Beijos

  • Carol Ambrogini

    Menina, adorei estas camisas justas! Que Lindos estes jogadores! Também assistiria a todos o jogos, só pelo visual…

  • Ingrid Gomes

    Po, ADORO Rugby, quando morava no Fazendão eu vivia assistindo Rugby ou futebol mesmo, o Carlton tinha uns camarotes VIPS e ai sempre ia funcionário acompanhando o grupo pra supervisionar comida, bebida e afins, era show de bola! hahahah

    O apelidinho aqui é “bunny”, por isso Pok virou Pokbunny! =D

    Beijocas 23

  • mi

    Amiga, queria ter lido esse post antes, ia ter me salvo Mto tempo se eu ao inves de ficar tentando entender as regras, descobrisse q nao tem regra ,nenhuma como eu sempre desconfiei 😉

  • Cris

    O Le é viciado em futebol… e qdo tô com saco pra assistir os jogos com ele sempre faço as mesmas perguntas (mas não é por maldade, é esquecimento mesmo)… na verdade pra mim é um monte de homens (sarados diga-se de passagem) correndo 90 min atrás de uma bola e ganhando milhões de dinheiro por isso… hahahaha

    Mas ele sempre me explica de novo, de novo e de novo… quer maior prova de paciência e amor?? kkkkkk
    Ele tbm é meu bebê há 9 anos… apesar dos seus 1,90 de altura… e 31 anos de vida!!! Bom ele é bebê da minha sogra, do meu sogro e da minha cunhada… tipo queridinho da familia toda mesmo!!!

    BJOUXXX

    • Nivea Sorensen

      Cris,
      Futebol eu entendo bem, porque são anos e anos, primeiro vendo o pai assistir, depois os amigos, depois acabei por gostar e acompanhar mesmo. Agora rugby eu preciso perguntar porque é tão diferente de tudo.
      Beijos

  • Ian

    Oh my love, obviously you havn’t been listening properly. You can only tackle a player if he has the ball. If he has dropped or passed the ball you cannot tackle him. clearly we have a long way to go yet before you get the rules right. I’ll teach you don’t worry. Te amo bebe!

    • Nivea Sorensen

      Ian, I DID understood! That’s exactly what I said!!!
      Te amo, bebe.
      PS there’s something wrong with your gravatar (which is the same as mine!)
      x

Leave a Reply

Related Posts