Aniversário Filhos & Família

Erik, 5 anos

Eles sempre crescem muito e muito rápido, é verdade (clichê, mas verdade). Do ano passado para esse, no entanto, Erik parece ter envelhecido mais. Deu uma espichada de tamanho, está mais maduro, cada dia mais moleque e menos menino.

Não sei se é o corte de cabelo, se foi o início da vida escolar e da convivência com crianças mais velhas (ele é praticamente o mais novinho da turma), se foi a chegada da irmã caçula, ou se foi uma mistura de tudo isso. Fato é que esse aniversário foi um marco para ele e para a nossa família. 

5 anos, gente! Parece que foi ontem que ele nasceu, tão pequeno, tão vermelho, tão meu.

IMG_2100

 

Pela primeira vez (olha aí a prova do amadurecimento) não comemoramos o aniversário com uma festinha em casa, para familia e amigos nossos. Esse ano a festa foi toda dele, igualzinha a de todos os colegas de classe dele, num local para as crianças brincarem, desses que os pais sentam e ficam só de olho. A gente paga um valor fixo por criança (eles suam bicas, correm loucamente e brincam como se fosse o fim dos tempos), leva-se só o bolo e eles providenciam todo o resto (leia-se uma refeição horrorosa de chicken nuggets, sausages, batata-frita, marshmallows e jellies, tudo regado a ketchup e suco artificial, que eles comem como se fosse a última ceia). Mais prático, mais sem graça e menos orginal não pode ser (mas as crianças amam).

Os convidados foram só os amigos de escola. Ele quis convidar todos, todos foram convidados. Praticamente todos apareceram, alguns levando irmãos a tiracolo. Não achei barato e não comi coxinha, mas era o que ele queria e assim foi, afinal a festa era dele. Confesso também que no cansaço que eu estou, foi até bom ter me poupado do trabalho de fazer uma festinha em casa.

Agora eu estou aqui (descansando) e olhando essa foto aí de cima e pensando como esses 5 anos passaram depressa, como me fizeram uma pessoa muito mais feliz e como esse menino cheio de fogo no bumbum transformou a vida da gente numa aventura diária.

Erik, meu filhote de tartaruga do mato, mamãe te ama mais do que é possível explicar (sim, mais do que o centro de Dublin, mais do o sol, mais do que o tamanho do Brasil e mais do que sorvete de chocolate).

N.

16 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
April 14, 2016
Next Post
April 14, 2016

16 Comments

  • Paula

    Parabéns, Erik.

  • Ludimila Henriques

    Coisa mais rica…. 5 anos juntos… impossível não dizer q não temos sentimento algum…
    Ni, vc é uma boa mãe, aprende tds os dias com eles e os respeita, dá gosto de ver…
    Espero ter bons valores assim pra passar para o meu, qdo elx chegar !

    Bjos no seu coração !

  • Luciana - Canada

    Ah Erik! Lembro de quando eu estava gravida e comecei a procurar blogs de expatriadas gravidas tb. Dai encontrei o teu. Ele tinha recem nascido, pequenininho, vermelhinho… e eu falei tanto dele (e do nariz dele que sempre achei o maximo da lindeza de todos os narizes conhecidos) pro meu marido. Dai a Sophie nasceu e eu venho acompanhando vcs desde sempre. E continuo falando dele e agora da Elena, como se vcs morassem bem aqui no final da minha rua. Um beijo grande pra vcs e que o Erik fazendo a vida de todo mundo tao especial!

  • Grace

    Parabéns menino lindo!! Nem parece que já faz isso tudo que tô sempre por aqui…engraçado que sempre comento de vocês com meu esposo, parece que estão logo aqui ao lado. Que bom essa internet, que nos propicia conhecer mesmo do outro lado pessoas tão bacanas!!

  • Ricardo

    Awwwwww! Parabéns, Erik!!! <3 Morri de ri com filhote de tartaruga do mato!

  • Maíra

    Parabéns Erik!! Se até eu, que cheguei aqui quando ele aprendia a falar, fico chocada com os 5 anos, imagina vc! Muitas felicidades ruivinho mais fofo! 🙂

  • Bárbara Hernandes

    Parabéns! Ele está cada vez mais lindo, Nivea! Ri muito da descrição da comida que eles comem nessas festas de aniversário como se fosse a última ceia – é exatamente assim! hahaha

Leave a Reply

Related Posts