Filhos & Família

A day in the life { tardes }

Para quem caiu de para-quedas, o primeiro post sobre a nossa rotina está aqui e o segundo aqui.

Recapitulou? Então, a parte da tarde, a mais caótica do dia, está aí embaixo. Vale lembrar que enquanto de manhã a rotina é militar e varia pouquíssimo, a tarde a coisa segue outro ritmo. Atendo o filho que precisa mais naquele momento, vou verificando as prioridades e lidando com elas conforme o dia segue.

13:00 às 14:00

A primeira hora em casa, depois da escola, é de caos. Erik pede almoço, Elena quer colo ou mamadeira, ou os dois, e eu também estou cansada, com fome, com vontade de fazer xixi, de sentar um pouco. Procuro sempre dar o almoço do Erik primeiro, na maioria das vezes um sanduíche, como é costume por aqui. Antigamente ele só almoçava comida de verdade mas com o tempo fui mudando esse hábito, até porque quando ele começar na escola vai ser assim, um lanche rápido no meio da manhã e um almoço feito de sanduíche, fruta e essas coisas antes de voltar para casa.

Enquanto ele almoça (sentado à mesa), eu dou a mamadeira e troco Elena e vamos conversando. Na sequência ligo a televisão ou deixo ele assistir um desenho no iPad para ele me dar um pouco de espaço. Coloco Elena no sling, almoço e já arrumo a cozinha (a louça vai para a máquina).

14h00 às 15H00

Nesse horário, normalmente, Elena dorme. Aproveito então para desligar a TV e deixar o Erik brincar. Se o tempo estiver bom ele vai para o jardim, se estiver chovendo ele brinca dentro de casa mesmo com seus carros, trens, lego, blocos ou quebra cabeças. A regra é sempre guardar um brinquedo antes de pegar o próximo. Ele obedece mas precisa ser lembrado disso. Se eu não ficar de olho, em alguns minutos a casa toda fica tomada por brinquedos diferentes espalhados por todos os cantos, o que me tira do sério.

Enquanto um brinca e outro dorme eu dou um jeito na casa. Há tempos percebi que filhos e casa impecável sem empregada doméstica ou babá não rola, então eu faço o mínimo mesmo. O que não dá tempo para fazer fica para a faxineira que me ajuda a cada 15 dias.

As tarefas são sempre divididas para serem feitas um pouco por dia. Um dia passo roupa, no outro aspirador de pó, no outro limpo os banheiros. Quase todos os dias eu cozinho: se não é o jantar que precisa ser feito (às vezes eu já tenho algo pronto ou semi-pronto congelado), faço feijão para o Erik ou sopa para os meus almoços durante a semana.

Assim na tela do computador, parece mais fácil do que realmente é. Na verdade, nessa hora eu preciso parar o que estou fazendo a cada 3 minutos porque Erik precisa de alguma coisa, quer me mostrar alguma coisa, ou só falar comigo mesmo. Além disso Elena dorme picadinho, sabe? Dorme, acorda, dorme, acorda de novo. Muitas vezes tenho que pegar no colo até que ela volte a dormir.

15h00 às 16h00

Com Elena acordada, eu divido meu tempo entre brincar e alimentá-la e brincar com o Erik. Tento o máximo possível incentivar os dois a se entreterem sem a minha presença constante (mas sempre de olho). Se ela está comigo ele brinca sozinho. Quando ele começa a fazer besteira é sinal que precisa de algum tempo comigo ou trocar de brincadeira. Daí Elena vai para a cadeirinha, ou para o tapete de atividades no chão, perto da gente, e eu dou atenção para ele, nem que seja para introduzir outro brinquedo ou brincadeira nova.

Nesse meio tempo continuo de olho no fogão, ou terminando de passar roupa, enfim fazendo o que não deu tempo de terminar enquanto Elena dormia.

16:00 às 17:00

Se não chove nesse horário tento levar o Erik para brincar lá fora. Às vezes o levo para andar de bicicleta no campo de futebol dentro do condomínio, ou no parquinho em frente nossa casa. Tudo depende do dia, do humor dele e do meu {na foto acima estávamos saindo de casa para o parquinho}.

Na volta, ele de novo assiste um pouco de TV para eu dar uma última adiantada no jantar ou escrever no blog. Elena se não estiver dormindo está comigo no sling.

Um pouco antes das 5:00 os dois começam a ficar cansados.

17h00 às 19h00

Às 17h00 eu aproveito que as coisas estão calmas e subo com Elena. Coloco ela para dormir na minha cama e tomo banho no banheiro da suíte, com a porta aberta (menos as segundas e quartas quando vou para a academia à noite e tomo banho só depois). Antes de secar o cabelo desço para ver se está tudo bem com Erik, que sente minha ausência e quase sempre apronta alguma coisa. Se tudo estiver calmo eu volto a subir, seco meu cabelo e fico por ali até umas 18h00 (às vezes consigo até ler uns poucos minutos, mas isso é bem raro).

Às 18h00 eu desço e dou um banho na Elena que acaba de acordar. Ela toma outra mamadeira e acaba dormindo de novo.

Às 18h30 é a vez do Erik. Deixo Elena lá embaixo mesmo, dormindo, e subimos para ele tomar banho. Depois que eu o limpo e lavo o cabelo dele deixo ele brincar na banheira até cansar. Equanto isso eu já separo as roupas para o dia seguinte: as minhas, as do Erik e as da Elena.

Por volta das 19;00 Ian chega em casa.

{ to be continued }

N.

12 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
June 23, 2015
Next Post
June 23, 2015

12 Comments

  • Andressa Pierazzi

    Parabéns pelo blog e pelos “babies” Nívea! Morei em Dublin por 3 amos e há 2 estou de volta à São Paulo, fui babá de uma família maravilhosa aí , a qual tenho contato até hoje, e sempre que leio seus posts me trás boas lembranças,eu e meu marido estamos planejando nosso primeiro baby e quero muito encomendar até o fim deste ano, agora que as coisas se estabilizaram para nós , o Erik é uma graça e a cada foto da Elena me dá mais vontade de ser mãe, Obrigada por compartilhar suas experiências!

  • Didi

    Por aqui, Arthur também brinca no chuveiro até cansar. Pela falta de banheira e da água, brinca com um pote de sorvete cheio de água, os brinquedos que escolheu enquNto eu separo ou guardo roupas ou adianto qq coisa da casa.
    Quando estou preparando comida, ele fica no IPad ou em alguma brincadeira sozinho e quando estou arrumando, limpando, passando ou cozinhando preciso parar mil vezes para atender seus chamados diversos: coco, um desenho, uma ajuda, um relato, qq coisa.
    Vida de mãe é sempre caótica!
    Boa sorte porque logo mais você terá dois para te chamar! Risos. Beijos

  • lu navarro

    Me identifico!!!
    Foi assim quando meu segundo filho nasceu.
    So q jamais tive coragem de deixar sozinhos.
    Rafa sempre aprontava. Sempre.
    E eu sempre tinha de levar os dois pro banheiro comigo… a nao ser q o Isaac estivesse dormindo claro.
    Engraçado dia desses escrevi minha rotina em casa.
    Gostei de conhecer a sua.
    Bjs
    Luly

  • Bibi

    Nívea, desde quando o Erik guarda um brinquedo antes de pegar o próximo?
    Pergunto isso porque gostei da ideia e quero começar lá em casa, mas a Nina ainda não tem 3 anos (completa 3 mês que vem)… mas acho que já dá pra começar…
    Adoro ler sobre a rotina de vcs!
    bjo!

    • Nivea Sorensen

      Bibi, desde muito cedo. Quando ele não conseguia sozinho pelo menos me ajudava. x

  • Tatiana

    Eu não tomo banho sozinha há anos! kkkkkk O pior é que é verdade… para poupar tempo eu e minha filha tomamos banho juntas e enquanto ela fica na banheira, eu me arrumo, seco o cabelo, etc.

  • Luciene Asta

    “Há tempos percebi que filhos e casa impecável sem empregada doméstica ou babá não rola, então eu faço o mínimo mesmo.” também me libertei disso e vivo bem menos estressada hoje. Como trabalho fora de casa desde o primeiro filho com 5 meses, sempre tive empregada doméstica. Do ano passado pra cá não mais, pois o pequeno de 4 anos fica na creche do meu trabalho (vem e volta comigo) e o mais velho já tem 16, fica sozinho. Então me libertei de empregada full time. Mas não conseguia me acostumar com o fato de não ter a casa brilhando. Desde que assumi que é humanamente impossível, vivo mais feliz. E vou fazendo as tarefas aos poucos, mais ou menos assim como voce citou, durante a semana. Porque sextas, sábados e domingos, só lavamos louça e colocamos roupas pra lavar. A prioridade é o lazer e passar momentos legais com os meninos e marido.

    • Nivea Sorensen

      Concordo totalmente, Luciene. A semana já é tão puxada, ninguém merece ficar esfregando o chão no domingo, né? x

Leave a Reply

Related Posts