Férias Pretensões e Desabafos

Juro solenemente

Porque quando eu falo, está falado, escreve aí.

***

Screen-Shot-2013-08-26-at-22.42.34

Em 2010 eu fui ao Brasil pela primeira vez depois de ter vindo para Irlanda. Fui sozinha porque precisa organizar o casamento e I. só foi um mês depois, dias antes do casório. Na volta, de cabeça mais fria, jurei que nunca mais, nessa vida ou nas próximas, eu faria a mesma coisa. Ficar sozinha sem o I., por tanto tempo, jamais.

Em 2011 nós fomos os 3 em pleno verão. Na volta, jurei que nunca mais, nessa vida ou nas próximas, eu faria a mesma coisa. Brasil de novo só no inverno, ou pelo menos na primavera/outono porque eu prefiro andar em lego do que passar calor.

Esse ano nós fomos em março/abril, temperatura um pouco mais amena. Fui sozinha com E., no auge dos seus dois anos,  e I. chegou duas semanas depois. Na volta, jurei que nunca mais, nessa vida ou nas próximas, eu faria a mesma coisa. Ir sozinha com o E., ou outro filho, ainda bebê, jamais.

Achei que finalmente tinha chegado a combinação diabólica a ser evitada a todo custo: verão, longe do marido por mais do que uma ou duas semanas (me julguem mas eu MORRO de saudades do meu marido), e vôos longos com E. sem ninguém para ajudar com ele.

E aí, eu no auge do meu pouco senso, resolvo fazer tudo isso ao mesmíssimo tempo agora em novembro.

Pois é Brasi, tô chegando aí com meu filhote de viking para um mês de sol, suor, pastel e guaraná zero.

Ah, e já vou avisando que não vou jurar não jurar mais nada que é para não pagar a lingua de novo.

N.

20 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
September 16, 2013
Next Post
September 16, 2013

20 Comments

  • Dai

    Ai Nivea, só você mesmo… =)

    Já estou ansiosa para ler o post contando sobre a viagem, hehe.

    Beijos!

  • Liza

    Eu estou indo sozinha com o Conor morrendo de medo que ele faça vexame no avião.

  • Bruna Dalfré

    Boa viagem desde já!
    Moro aqui nesse país tropical, mas odeio, sempre acordo esperando um céuzinho dublado, tempo com carinha de chuva, mas é pura e triste desilusão!
    Como vc faz no avião sozinha?E. fica correndo pelo corredores??
    E afinal, o que você não faz por um pastel de feira neh?!rs
    Bjuss

  • Didi

    Eba! Ainda bem que você não cumpriu o juramento. Queremos mais um encontro! Beijos e boa viagem que te esperamos do lado de cá do oceano com calor, pastel e guaraná zero!

  • Nicholas Marlon

    Eita hei , é o famoso never say never e nem jurar de pé junto, que a ironia da vida ´vai contra mesmo , sem pudor e dó.

    Mas estamos esperando pelo seu post de November, Meu Niver Eba. (3th sabado de “noavembro” cmo dizia meu vô).

    Inte.

  • Cintia

    Haha, amei. Eu vivo ‘jurando’ tambem. Aproveita.

  • katia

    ahh.. quem sabe desta vez a gente não consegue se encontrar pros nosso filhos se conhecerem?!?!
    e ultimamente amiga.. o tempo aqui em SP está tão louco… é num dia 30 graus, no dia seguinte 19… e assim por diante…

    bjks e boa sorte!!

    • Nivea Sorensen

      Ka, quero muito te rever e conhecer seus filhos. Vamos marcar alguma coisa?
      x

  • Line

    Haha, aproveite! Acho que no fim das contas a saudade da familia é muito mais do que nossos medos e inseguranças. Ano que vem eu é que viverei essa experiência, rs.
    Beijos!

  • Gabi Sallit

    “prefiro andar em lego”. Amei.

Leave a Reply

Related Posts