Pretensões e Desabafos

Internet Sabbath

Sexta-feira, 18h.

Desliguei o computador (coisa que nunca faço). Não baixei a tela, não. Desliguei mesmo. Fechei todos os programas, todos os post its, o calendário, as listas de afazeres, a área de trabalho do wordpress, a caixa de e-mail. Sai do Facebook, do Twitter, do Pinterest, do Skype.

Desliguei o celular também. Ou melhor, me desliguei dele. De desviar meu olhar para ele  a cada minuto e meio, de ler os e-mails ou de verificar cada update das redes sociais todas. Ligações e mensagens de texto foram liberados, mas nada de internet.

Abri a gaveta da mesinha de cabeceira e coloquei ali também o meu iPad.

Só voltei a ligar, a me conectar, no sábado, também as 18h, 24 horas depois.

Ganhei mais tempo para mim, para a minha família, para o que importa. Para pensar, para os meus livros, para escrever com papel e lápis.

Ganhei liberdade.

E obviamente não perdi nada.

N.

PS. adoto esse hábito a partir de agora, e vou me desligando ao poucos de algumas inutilidades da vida.

36 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
March 5, 2012
Next Post
March 5, 2012

36 Comments

  • miriam

    Olha que bom…as vezes faz falta essa ” desligaçao ” (oi?) .
    bjs

  • Ana

    Aqui nós temos a noite sem computador (curante a semana) e o dia sem computador (no domingo). É ótimo, não é?

    xx

  • Carol P

    Nivea,
    Sabe q vejo q a internet e esse monte de redes socials consomem meu tempo. Quando desligo tambem noto q sobra tempo.
    Bj

  • Glenda

    Nivea, eu deixava meu computador ligado sempre. Saia de casa e voltava e ele ligado, só desligava na hora de ir pra cama (isso porque meu escritorio e meu quarto ocupam o mesmo espaço). De uns tempos para cá, só ligo na hora em que vou trabalhar… e quando dou por finalizado o dia de estudo, apago. No final de semana ele fica fechadinho de sexta a domingo (às vezes segunda). É ótimo, mas é um aprendizado…um dia de cada vez! Boa sorte!

  • Nadja

    Muito boa iniciativa… Preciso tentar fazer algo assim. Mas eu já tenho feito infelizmente, meu trabalho é no PC então quando chego em casa a ULTIMA coisa que quero é ficar online… mas como no trabalho não posso acessar nada , acabo sem ver e-mails de amigos dos quais tenho saudades ou escrever àqueles que eu quero…

    Eu queria um equilibrio… hehehe

  • Fernando

    Nívea, costumo fazer isso nos dias de folga, e todo dia desligo o computador, antigamente o pobre só hibernava, quando saio de casa me desligo do mundo, mas não desligo o celular, apenas carrego ele junto mas não uso a internet, tenho medo de desligar, vai que alguém precisa falar ou acontece alguma coisa, paranóia minha, mas fazer o que, preciso aprender a controlar mais meus horários, como disse a Glenda um dia de cada vez, uma hora consigo, você disse uma coisa que é verdade, ganhou tempo, liberdade, e não perdeu nada, e o melhor de tudo deixou de estressar com coisas que no fundo só nos fazem mal, abraço.

    • Nivea Sorensen

      Fernando, no momento nada de útil acontece nas redes sociais, não é? x

  • Ernani

    Contanto que não abandone o blog, tem meu apoio na empreitada. É saudável demais viver um pouco a vida de verdade! Parabéns!!
    bjos

  • Cintia

    PRECISO fazer o mesmo 🙂

  • Veneranda

    PRECISO fazer o mesmo [2] 🙂

    Quando estou fora de casa é mais fácil. Mas, em casa, estou me policiando e tentando retomar a leitura de um montão de livros que comprei e ganhei e que até hoje não li…
    Também tenho tentado deixar um pouco de tempo livre para assistir as séries policiais que mais gosto além claro, de curtir uma boa taça de vinho na companhia dos amigos.

    Devagarzinho eu chego, lá! 😉

    Bjo

  • Natalie

    Ótima ideia!
    Faz um bem danado, não? Até porque a gente não dá conta de tantas coisas virtuais, meodeos!

    Nívea, obrigada pelo seu relato lá no blog. Te respondi por lá, mas colo aqui pra facilitar as coisas.

    Nívea,

    excelente relato! Obrigada! Virou um adendo no post. Vc tem toda a razão, não vamos criar mitos ao contrário: há casos em que não se tem leite, em que a amamentação não rola mesmo. Daí, dar LA é tudo de bom, e é ótimo que LA exista, afinal, os bebês precisam mamar!
    Não quero parecer a xiita da amamentação, que passa por cima da realidade pra justificar fundamentalismos. Obrigada por ter feito esse relato e me ajudado a fazer a ressalva necessária ao texto.

    bjos

    • Nivea Sorensen

      Natalie,
      Obrigada pela resposta, pelo adendo no post. Você tem toda razão o mito do avesso também não faz bem para ninguém.
      Um beijo

  • Thaísy

    aprendi a fazer isso desde que voltei da licença maternidade. foi uma decisão maravilhosa (e difícil), assim aprendi que existe mundo aqui fora e lá dentro de casa!

    Um beijo!

  • Elo Iwamoto

    Acho muito valido essas iniciativas. Se ficarmos muito tempo acessando , deixamos de curtir algumas coisas na vida real. Tudo com controle, fica mais gostosa a Vida!! Super bjs

  • De.

    Que belo exercício!
    Um dia um amigo que vem sempre a minha casa comentou “Pega ali o computador para eu te mostrar uma coisa”. Mas, antes de eu levantar para fazê-lo, ele se retificou “Não não, não pega não. Está bom te ter aqui interagindo com a gente!” Ele sabia que depois de ligado o computador eu não daria atenção a mais nada!

    Foi muito espontâneo o comentário dele, e me deixou pensando muito… realmente somos abduzidos quando estamos à frente do computador! Vale mesmo fazer este exercício vez ou outra 🙂

    Beijos

    • Nivea Sorensen

      De, eu sou igual. Se o computador estiver na mão, eu acabo não olhando ao redor. x

  • Daniela

    Além da qualidade de vida ne! A Internet traz um vício enorme mesmo.
    Estou me livrando de várias coisas q me consomem tb, literalmente.

    Parabéns Ni.
    bjoss

    • Nivea Sorensen

      Dani,
      Que saudade de você! Espero que você consiga um equilibrio também x

  • Marcelo Rodrigues

    Oi Nivis,

    Acho que pior que o computador, só mesmo o iPhone!
    Ele está em todo o lugar, desconectando-nos das pessoas que estão a nossa volta, do “aqui e agora” e nos raptando a um espaço virtual muitas vezes desnecessário.
    Tem muitas coisas que são importantes, outras podem esperar e tomar ciência disto é dominar o “controle remoto” da tua vida.
    É querer viver o momento com as pessoas que se ama e deixar de fugir de se onde está.
    É o saber ouvir, ver e apreciar as coisas pequenas da vida, algo que se tornou obsoleto nos dias de hoje.
    Simplicidade já!
    Beijos no coração…
    Saudades.
    Má.

    • Nivea Sorensen

      Má,
      Tem toda razão, amor. Um beijo cheio de saudade em você também x

  • Beta

    De vez em quando tb faço isso e eh muito bom. A gente percebe que o dia fica bem mais longo!

    • Nivea Sorensen

      Beta, o dia parecia que nunca acabava. Ainda bem, né? Sábado a gente não quer que acabe nunca x

  • Ana Maria

    Nivea

    Seu espaço ganhou um selo de reconhecimento!

    Confira:http://coisasdeana78.blogspot.com/2012/03/selinho-de-reconhecimento.html

    Com Carinho,

    Ana

  • Dani Brito

    Assim como vc, fiz esse exercício há alguns dias atrás. Aliás, ainda estou fazendo. Parei um tempo de blogar e passei quatro dias completamente desconectada. Pra poder me dedicar ao que realmente interessa.

    beijo

    • Nivea Sorensen

      Dani,
      O blog não me consome muito tempo. Eu sento, escrevo, respondo meus comentários, tudo rapidinho. Meu grande problema são com as redes sociais mesmo, porque se bobear eu passo o dia de uma janela do computador para outra.
      x

Leave a Reply

Related Posts