Meu babóg Pretensões e Desabafos

Sempre coca-cola?

E. é meu pequeno projeto de pessoa.

Não, ele não vai fazer aulas de tênis porque eu sempre sonhei em ser tenista (mesmo porque isso é mentira), ou ser obrigado a seguir uma carreira aprovada por mim. A única obrigação que eu gostaria que ele tivesse, não comigo, mas com ele mesmo, é a de ser feliz. Do jeito dele, do jeito que ele escolher.

Mas ele não deixa de ser o meu projeto porque alguns dos hábitos que ele vai levar para o resto da vida (e passar adiante, talvez) são em grande parte minha responsabilidade.

Só que eu também não sou hipócrita. Não abro mão de absorvente íntimo descartável e por isso nunca nem cogitei colocar no menino fraldas de pano. Se não é bom para mim, não é bom para ele. O meio-ambiente a gente ajuda de outras maneiras.

Nesse caminho, se eu acho que não é bom para ele não pode ser bom para mim, né? Ou melhor, como eu vou dizer que não é bom para ele, se eu não der o exemplo?

Também não sou xiita, não. Ele ainda não come nem sal, nem açúcar, mas logo vai poder comer de tudo com moderação.

Tudo isso para contar por aqui que eu resolvi parar de tomar coca-cola.

Eu já não tomava com muita frequência (alguns finais de semana), e sempre a zero, que eu sei não faz nada bem apesar da falta de calorias, mas não queria mesmo que o meu pequeno crescesse com esse hábito de ter coca-cola à mesa (numa festinha, num restaurante, tudo bem).

Mas ó, sem neura, hein? Se ele tomar na casa de um amiguinho não vou sair por aí processando a mãe da outra criança.

Enfim, eu só quero para ele hábitos um pouco mais saudáveis e muito cabelo.

Para ele e para mim.

N.

PS. o jeito como cada mãe faz na sua própria casa não é problema meu. E cada um cuida da sua vida, né não?

30 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
January 25, 2012
Next Post
January 25, 2012

30 Comments

  • Elo Iwamoto

    Falou tudo querida. Somente queremos o bem dos pequenos. Super bjs

  • Karen

    Concordo!
    Exemplos são bons e eu gosto 🙂
    Acho que os filhos com certeza se espelham nos pais. E como posso querer que minhas filhas comam frutas e legumes se eu mesma só tenho salgadinhos e doces no meu prato?
    Por isso que na medida do possível eu sirvo a elas exatamente aquilo que eu mesma como. E tem funcionado muito bem.
    Como eu mesma fui uma criança super chata e enjoada para comer, procuro ao máximo fazer com que minhas filhas comam de tudo. Pois acho um saco convidar alguém pra jantar e ter que considerar a longa lista de alimentos que a pessoa não gosta.
    Coca-cola também tomo muito pouco, raramente em casa, e quando o faço aviso logo que é “bebida de adulto”, assim como vinho. E pronto. Minha filha de 4 anos nem me pede. Aceita que é bebida de adulto.
    Claro que não vou ser xiita ao ponto de proibir para sempre mas enquanto puder controlar aquilo que ela ingere, eu controlarei.

    • Nivea Sorensen

      Karen,
      Eu concordo com você, mas ao mesmo tempo que eu queria dar o exemplo queria cortar o hábito mesmo, passar um tempo sem tomar refrigerante.
      x

  • Glenda

    Concordo. Se em casa não tiver, ele pelo menos vai tomar menos. No meu tempo de criança refri só no final de semana (o mesmo com qualquer coisa de doce, salgadinhos, etc). No bar do colégio eu até comprava, mas em casa não tinha. Acho bom assim, afinal de contas o número de crianças obesas no mundo atual é impressionante. E isso é na maioria das vezes culpa dos próprios pais, que não fizeram a educação alimentar da criança (e provavelmente tb não dão exemplo).

    • Nivea Sorensen

      Isso mesmo, Glenda. Se em casa não tiver, o consumo vai ser menor. E é esse caminho que eu quero seguir.
      x

  • Ernani

    Como ex-cocólatra, apoio a decisão. Principalmente pelo bom senso de dar o exemplo e de já pensar nas exceções… 😉 bjs

  • Paula

    Aqui em casa também é assim. Simplesmente pq acho q habitos a gente tem em casa e eu tomo refrigerante sim mas no fim de semana, em festas e só em casa nunca teve e nunca fez falta. E isso foi decidido justamente depois que vi q a minha sobrinha (do marido realmente) acorda de manha aos 13 anos e toma coca-cola em vez de leite e todo mundo acha normal. Muita briga aqui em casa pq o marido nao ve problema algum, mas eu bato o pé. Pra que acostumá-lo? Concordo muito com vc!! Beijos

    • Nivea Sorensen

      Eu também andei vendo umas coisas que não gosto, Paula. Por isso optei por não ter em casa também.
      x

  • miriam

    E verdade…ha que dar certos exemplos se sabemos que e errado para nos mais errado e para eles neah mesmo …
    😉
    Beijo

  • Dani Cassar

    Tbm mudei algumas coisas qd a Bella nasceu e principalmente agora que ela ja entende um pouquinho e pede as coisas, ja como verduras e legumes todos os dias (um grande progresso…rsrs) e refrigerante aqui em casa tbm nao entra, so mesmo qd saimos, mas a Bella so no suquinho espero que ela goste sempre…rs

    Bjs

    • Nivea Sorensen

      Que bom saber que você também conseguiu mudar um pouco sua alimentação, Dani x

  • Cintia

    Cada uma sabe o que faz com os filhos mesmo. Aqui, Sofia ta comendo de tudo, um pouquinho aqui, um tiquim acola… mas nada de porcaria. Sem sal e sem acucar tambem. Mas sem neura… hoje, ela chupou meu picole na praia e amou! 🙂

    • Nivea Sorensen

      Cintia,
      Eu também dei uma colherzinha de sorvete para o E. quando estávamos no Brasil.
      x

  • ka smith

    Eu nunca fui viciada em refrigerantes e em várias fases da minha vida cortei geral, mas infelizmente a Chloe se viciou em coca cola quando a gente foi ao Brasil, agora ela está em fase de desintoxicação e tá difícil, ela pede coca-cola todos os dias.
    Também sou da teoria da moderação, mas no meu caso aqui, tive que cortar drasticamente porque o negócio tava ficando feio!

    Bem faz você, mesmo que isso não o impeça de tomar, não tendo em casa a quantidade vai ser bem menor.

    beijo

    • Nivea Sorensen

      Ka,
      Coca-cola vicia, depois fica difícil ficar sem. Por isso quero mesmo limitar a quantidade que ele vai ingerir, se ingerir.
      x

  • Ana Maria

    Pra ver como estas crianças mudam a vida da gente pra melhor. Para que o vejamos felizes e saudáveis somos capazes de mudar maus hábitos para que tenham bons exemplos.

    Parabéns!!

  • klelia

    Oie,

    nossa voce conseguiu para assim facil??
    eu fiquei viciada qdo entrei nessa “vida adulta” e ateh fico uns dias sem mas parar d vez ainda nao dei conta…
    voce substituiu por outra coisa?suco?

    =D
    Parabens,pq acho q isso eh um progresso e tanto!
    xx

    • Nivea Sorensen

      Klelia,
      Facil coisa nenhuma. Parei essa semana, e só penso nisso. haha. Mas logo passa x
      PS substituo por água mesmo

  • Ingrid Gomes

    Sou até que bem tranquila em relaçao a alimentação do justamente porque tanto eu quanto o Károly somos sussa com muitas coisas, aqui em casa não tem refri toda hora, não tem doces por todo canto e meu super vicio que é batatinha chips, eu consegui controlar e quando compro dou preferencia pra uma que é assada e sem sal, caso compre da outra eu como quando pok não tá por perto, porque tb não consigo comer nada na frente dele e não dar, acho sacanagem hahahha.
    As vezes rola de tomar um sorvete que tem pedaços de chocolate, rola de ir ao Burguer King e comer hamburguer e batatinha (sim, ele já come um kids menu pela metade ahahh), cuidamos pra não haver excesso e tocamos a vida assim. =)

    Beijocas

    • Nivea Sorensen

      Também acho que não me sentiria bem comendo e não dando para ele, Ingrid.
      x

  • Aline Patrícia

    Gosto dos seus posts por isso vc fala o que pensa sem se preocupar com o que vão pensar!!! Adoreiiiiiiii o post!!!!

  • Celi

    Nivea acho que está certíssima. Acho mesmo que temos que cuidar dos nossos hábitos, pois os filhos nos vêem como modelos. Agora, tudo com moderação. O importante é terem um bom paladar, conhecerem os alimentos e saberem realmente o que é bom para a saúde.
    E assim a gente cuida… cuida da alimentação, dos cabelos..rs rs rs
    Adorei o post de ontem. Acho lindo o cabelo do E. E o povo não perde uma, hein!? rs rs
    Beijos

  • Patricia

    Que muitas maes te acompanhem, Nivea, isto sim, eh ser boa mae;-)! Fiquei curiosa, na Irlanda eh comum servirem refrigerantes em festas (infantis ou adultas)? E os irlandeses tem habito de tomar tanta coca-cola? Eu costumava tomar coca mas me dei conta que, se bebesse agua antes, o refrigerante jah nao era necessario e nem parecia tao bom. Tenho ateh a impressao que 2 copos de agua fresquinha nao seriam ingeridos se eu tomasse 1 de refrigerante, ou seja, alem de ingerir porcaria nao estaria me hidratando direito. Alguem jah percebeu isto ou eh soh impressao minha?

    • Nivea Sorensen

      Patricia,
      Aqui na Irlanda se toma menos refrigerante. Nunca conheci uma familia que tivesse coca-cola sempre na mesa, ate mesmo nos fins-de-semana. Aqui fica mais restrito a quando se vai comer numa lanchonete ou numa festinha.
      Não é impressão sua não, a gente acaba substituindo a água pelo refrigerante. Eu fazia isso.
      x

Leave a Reply

Related Posts