Pretensões e Desabafos Vida na Irlanda

Ironia pouca é bobagem

Morei praticamente a vida toda próximo ao rio Aricanduva, na zona leste de São Paulo, uma área famosa pelos alagamentos que acontecem praticamente toda vez que chove forte. Sempre vi de perto vizinhos e colegas de escola terem suas casas invadidas por água, lama e sujeira, mas nunca fui vítima direta dessa infelicidade toda. Até me mudar para Dublin, diga-se de passagem numa das áreas mais caras da cidade, onde eu NUNCA imaginei que isso fosse acontecer.

térreo, manhã de terça-feira
garagem, terça-feira de manhã
altura que a água chegou
o falecido
morte por afogamento
água baixando
térreo, em dois horários diferentes
carros cobertos pela água

Irônico, não é? E não para por aí.

Numa área cara moram obviamente pessoas endinheiradas (nós somos a exceção) com seus carros de luxo. Toda vez que I. estacionava seu Mazda 1997 eu brincava que era o único carro de pobre de todo o condomínio. Na última semana, vendo uma centena de carros serem guinchados da garagens que ficaram submersas, eu agradeci o fato do carro ser velho e de pouco valor.  Nosso Mazda foi para o lixão juntamente com todas as Mercedes, BMW’s, Porshes e Jaguares dos vizinhos, sem cobertura de seguro.

Passamos dois dias inteiros sem água e eletricidade, e então I. tirou alguns dias de folga para podermos ir para Killarney antes do início do fim-de-semana prolongado. Pensamos que no meio de tudo isso, havia o lado mais do que bom, afinal seriam 5 dias de “férias”. Na hora de entrar no trem, ao subir com o carrinho de E., I. dá um mal jeito nas costas. Passou as 3 horas da viagem com dor e foi obrigado a ir ao médico assim que chegamos. Fisioterapia, acupultura e muitos valiums depois quem disse que ele aproveitou a viagem?

O boletim divulgado pela empresa que administra o condomínio informava na terça-feira (mais de uma semana depois do ocorrido) que os serviços já tinham sido reestabelecidos e que o pouco que faltava seria terminado ainda na quarta-feira pela manhã. Resolvemos então pegar o carro (do irmão de I. que se mudou para o Canadá) e voltar a Dublin. Ao ajudar colocar as malas no carro, meu sogro fecha o porta-malas na mão de I., agora obrigado a dirigir quase 5 horas com as costas e a mão machucadas.

Tá acompanhando? Ao chegarmos somos informados no portão que um dos blocos do condomínio continua sem eletricidade devido ao incêncio num dos apartamentos. Adivinha qual bloco? Sim, o meu.

E eu que sempre quis morar num hotel estou aqui, de saco muito cheio, querendo muito voltar para o meu apartamento, louca para lavar roupa, passar, limpar e cozinhar.

Acredite.

N.

PS: Vale lembrar que apesar de alguns prejuízos financeiros, e do inconveniente de ficar longe de casa, nós temos muita sorte, nosso apartamento está intacto (fedido, é verdade) e estamos todos bem.

* as duas últimas fotos desse post foram retiradas da internet.

20 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
November 4, 2011
Next Post
November 4, 2011

20 Comments

  • Priscila Santos

    Nossa Nivs, que horror! mas o que importa no final de tudo é que vcs estão bem……
    E o I. ja melhorou de todos os ‘acidentes’??? Deve ser um saco mesmo ficar longe de casa tanto tempo…..mas logo tudo vai se normalizar!!!!
    beijos

  • Cintia

    Putz, que tragedia. Mas eh isso mesmo, ainda bem que voce esta vendo o lado bom da coisa. E ironia eh assim mesmo… levaram meu celular pela primeira vez na vida foi em Londres, indo pro trabalho, e nao no Brasil… e le le !

  • KarinaM.

    Nossa, Ní, quantas coisas!
    Dá raiva, né?!!?
    Mas pensa que logo vai ficar tudo bem e tudo voltará ao normal.
    Tô aqui rezando por vcs!

    Beijocas

  • Paula

    QNdo uma coisa acontece parece que vem tudo junto ne….mas logoa s coisas vao se ajeitar e vcs vao rir de tudo isso!! Beijos e forca!!! Tudo vai ficar bem logo. Q passe logo pq a genti acaba ficando muito estressada ne?! Beijos

  • Mari

    Que bom que tá tudo bem! Precisando de alguma coisa, tô por aqui. Um beijo!

  • Glenda

    Afe, Nivia, ando numa semaninha braba também, já dei com cara num poste e fiquei com olho roxo e também roubaram minha bike, entre outras bendengas . Boa sorte com as suas coisas!

  • Cris

    Poxa flor, que triste… mas o importante é que vcs estão bem!! Aliás acho que já ouviu isso de todo mundo né… o povo sempre fala que não devemos nos apegar aos bens materiais, mas perder um carro assim de graça não é nada fácil!!!
    Espero que vcs voltem a normalidade o mais breve possível viu!!

    BJOUXXX e MUITA SORTE pra vcs!!!

  • AnandaEtges

    Nossa Nivea. Que bela merda, hein?! Meu desejo de que tudo se normalize o quanto antes!

    Beijos, Ananda.

  • Mia

    Hey cheer up! Os estragos foram grandes, realmente, eu estava dirigindo e achei que ia começar a entrar água pelo ar condicionado, tenso!

    Mas o que importa é que tua família tá sã e salva e teve refúgio da sogrinha for free 🙂

    xxx

    • Nivea Sorensen

      Oi Mia,
      Já voltamos da sogra, e continuamos em casa e no prejuízo. De resto, tudo bem… haha
      Beijos

  • FernandaLima

    Que bom que o pior já passou e vocês passaram pelo pior muito bem, apesar de todos os transtornos.

    Um beijo grande!

Leave a Reply

Related Posts