Pretensões e Desabafos

Tô esquecendo alguma coisa?

Sair de casa aqui na Irlanda envolve uma certa preparação.

O sol brilha lá fora e estou vestida de acordo. Se você mora por aqui sabe que assim que o sol se esconde o calor vai-se embora e se você não tiver uma blusa vai passar frio. Coloco uma blusa no carrinho de E., just in case. Mas já choveu de manhã, então melhor levar o guarda-chuva. Chuva e vento não combinam com guarda-chuva, então melhor levar também um raincoat, com capuz e a prova d’água, para evitar ficar ensopada no meio da rua.

Olho mil vezes se tenho tudo dentro da bolsa: carteira, chaves, dinheiro trocado para o ônibus (já que eles não dão troco e não aceitam outra coisa que não moeda como pagamento), lenço de papel, um batom para disfarçar minha falta de maquiagem, elástico de cabelo, uma chupeta extra para E., e finalmente a tríade sagrada da maçã, sem a qual eu não sei mais viver:  iPhone, iPod e iPad.

Esqueci de alguma coisa? Não, nada.

Passo então para a tarefa mais difícil, que são as coisas do E. Começo pela bolsa: tenho fraldas, lenços umedecidos, saco plástico para colocar fraldas sujas, vaselina, saco para roupa suja, uma roupa extra, mamadeira com água, 2 mamadeiras limpas e esterelizadas, babadores mil, leite em caixinha, chupeta número um, chupeta número dois (no caso de perder a primeira), chupeta número 3 (no caso de perder a primeira e a segunda), remedinho para as gengivas que estão doloridas, etc, etc, etc.

Esqueci de alguma coisa? Mentalmente repasso mais 3 vezes a lista e confiro a bolsa.

Passo então para o carrinho: tem uma jaqueta extra, uma mantinha, um babador, uma chupeta (sim, outra), um brinquedinho, o plástico para protegê-lo em caso de chuva, mais uma proteção extra em caso de vento e frio.

Esqueci de alguma coisa? Não.

Vou então arrumar E., vestido claro em camadas para ir tirando ou adicionando em caso de frio, calor, vento ou chuva.

Tudo pronto. Hora de repassar mais uma vez: eu mesma, a minha bolsa, a bolsa de E., o carrinho, ele próprio. Tudo OK. Já posso ir para a casa da amiga, para uma visita rápida. Rápida, eu disse.

Chegando lá, claro eu preciso tirar o raincoat, a blusa, praticamente desfazer a bolsa de E. já que precisei de fraldas, de roupas extras, das mamadeiras, e fica tudo lá espalhado pela sala.

Hora de vir embora, hora de lembrar de empacotar TUDO outra vez. Felizmente I. vai nos buscar, coloca o filho dentro do carro, eu fico responsável por todas as bolsas, sacolas, casacos e afins. Quando estamos todos prontos seguimos viagem.

Chegamos em casa, eu obviamente exausta com todo o estresse que é sair de casa com o babóg, me sinto aliviada por estar de volta. Então I. vira para mim e pegunta se eu lembrei de colocar o carrinho no porta-malas. Oops.

Você lembrou? Não, né? Nem eu. Nem I., e muito menos E. O carrinho ficou lá, no meio da calçada numa rua qualquer em Stillorgan por pelo menos 40 minutos, até que I. voltasse para pegá-lo.

Pior teria sido se ao invés do carrinho tívessemos esquecido o filho. Fala aí se não é verdade?

N.

20 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
September 21, 2011
Next Post
September 21, 2011

20 Comments

  • Brunalemanha

    Hahaha!
    Você descreveu a realidade nua e crua. Mesmo eu como childminder tenho que lembrar de snacks, tissues e whipes – caso role um xixizinho no parque – drinks, toys, alegria de viver e energia para a tarde toda. É muita coisa.

    O negócio é fazer um mural na porta de casa para não esquecer nada e outro na testa do filho – pra quando empacotar tudo ao voltar.

    Não é mole não 😐

    • Nivea Sorensen

      Bruna,
      Você me atentou para o fato de que as coisas vão ficar piores, pois eu nem preciso incluir comida e brinquedos ainda.
      Beijos

  • DonnaBrasileira

    ahaha, ontem tava me preparando p sair com o L. p leva-lo ao pediatra e foi um estresse parecido. Sao varias tentativas de sair, chegar na porta e saber q esqueceu algo, mas nao lembrar o que exatamente. Serà q ja nao inventaram um aplicativo p maes com lista de coisas necessarias antes de sair de casa? rsrs
    bjo

  • Ingrid Gomes

    HAHAHAHA, carrinho aqui em casa é de responsabillidade do marido, na ida e na volta, é ele quem dobra e coloca no portamalas, é ele quem tira e desdobra, muitas vezes é ele quem empurra também! hahaha

    Aqui em casa tanto a minha bolsa como a do Pok são bem mais simplórias, dois minutinhos tá tudo pronto pra sair, geralmente deixo o kit higiene pronto (trocador, fraldas, lencinhos e uma fralda toalha porque nunca se sabe quando vou ter que apelar pro banho de pia!), ai é só pegar uma muda de roupa, duas dependendo do tempo que vamos ficar fora, bolachinhas, (fruta, depedendo do horário) chá ou suco e uma mamadeira, leite agora eu só levo se for à noite.
    Na cesta do carrinho sempre tem uma mantinha extra e o plástico de chuva, agora que o tempo tá mudando levamos tb o saco térmico, que é uma mão na roda, coloca o bebe dentro ele fica quentinho quentinho, o pok no inverno não colocava nem as mãos pra fora hahaha.

    Ai, ai… essa vida de mãe tem cada uma né!

    beijocas

    • Nivea Sorensen

      Só isso, Ingrid? hahaha
      Olha, em minha defesa eu também nunca fico responsável pelo carrinho. Aliás, eu não sei nem dobrar o carrinho!
      Beijos

  • DanyCassar

    Eh muita coisa ne? Por enquanto aqui em Malta nao preciso de muitas roupas e muitas coisas, entao na bolsa da Bellinha vai msm uma troca de roupa de calor, os brinquedos, mamadeiras e comidinhas, mas mesmo sem capa de chuva, e outras coisas que um tempo instavel necessite ainda sim, as vezes esqueco de algo =\

    Quero ver como vai ser em breve a minha vida de mae num pais frio…Ja estou apavorada..rs

    Ps: esquece tudo, mas nao esquece o E. pq ele e fofo demais e duvido que alguem vai deixar ele dando mole por alguns minutos..rsrs

    Bjs

    • Nivea Sorensen

      Dani,
      Sem querer te assustar, tenho a impressão que no frio é pior, sim.
      Um beijo

  • Ana

    Nossa, essa foi campeã! Eu sou vítima sempre da lei de Murphy aplicada, tipo a Lily só faz coco na rua se eu esquecer lenços/fraldas, aí vai a doida atrás da Boots mais próxima. Mas meu top 2 esquecimento foi uma vez que a gente foi no supermercado e deixou a porta de casa aberta (não destrancada, aberta mesmo!) e uma vez que eu sai e deixei minhas chaves na porta, do lado de fora. Qdo voltei tinha um post-it da vizinha! hahaha

    xx

    • Nivea Sorensen

      haha… Ana, eu ainda não deixei a porta escancarada, mas já me esqueci de trancar com a chave.
      Beijos

  • Paula

    Hahahaha é coisa demais que a gente tem q lembrar! Eu ainda discutia muito com o namorido pq ele nao entendia q logistica que envolvia sair e ainda dizia q eu fiquei muito ocmplicada. Por ele ele pegava o menino e uma fralda e ja tava bom. Agora sorte de vc ta na Irlanda né pq esse carrinho ja seria item perdido se tivesse sido esquecido em outro lugar!! Beijos e o jeito é fazer um check list!

    • Nivea Sorensen

      Paula, aqui em casa é a mesma coisa. I. decidi sair, pega o filho e vai me esperar no elevador, como eu se eu não precisasse fazer as bolsas!
      Beijos

  • Cris

    AHHHHHHHHHHHHHHHHH MEU PAIIIIIIIII… kkkkkkkk

    Coitado do I. além de buscar uma mulher cheia de tralhas, ainda ia ter um “preju”… rssss sorte que o carrinho ficou estacionado quietinho esperando vcs resgata-lo!!!

    Ohhhhhh quando ele ficar maior as muambas diminuem… hj consigo sair com o Biel para passeios rápidos sem levar quase nada… UHUHUH… FINALMENTE!!!

    Obs: “Vaselina”?? Pra que vc usa vaselina??

    • Nivea Sorensen

      Cris,
      Uso vaselina para evitar assaduras. Quando ele nasceu o hospital só deixava usar isso, e eu continuo usando já que ele nunca teve nenhum problema.
      Beijos

  • Celi

    kkkkkkkkkkkk Mas é muita coisa mesmo!?????
    Já dá um cansaço antes de sair de casa. Fala sério? São tantas coisas.
    Agora essa foi boa, hein!? Fiquei imaginando a cena, o carrinho lá na rua… No final das contas foi divertido.
    Um grande beijo.

  • Beta

    Olha, eu sou doida, mas vocês…. Aahaahaha!

    • Nivea Sorensen

      Beta,
      Ele se preocupou com o filho, eu com as sacolas. Deu nisso!
      Beijos

  • Priscila Santos

    Realmente sair com criança é uma loucura…..é roupa, fralda, mamadeira, comida, suquinho e outros…….mas fique tranquila pois ainda bem que vc esta na Irlanda e foi so o carrinho, garanto que se fosse aqui no Brasil, qdo voltasse não encontraria nem o rastro…….

    beijos e se cuida

    • Nivea Sorensen

      Verdade, Priscila. Mesmo aqui eu fiquei com medo de o carrinho ter sumido.
      Beijos

Leave a Reply

Related Posts