Menu
Gravidez / Pretensões e Desabafos

O que não esperar quando você está esperando

Não espere que as pessoas todas tenham noção ao conversar com você sobre gravidez. Eu, cuja filosofia de vida é se-você-não-sabe-o-que-dizer-não-diga-nada, às vezes me pergunto o porquê de ser obrigada a ouvir certas coisas.

Das duas uma, ou a barriga atrai, ou fiquei menos tolerante a certos comentários. Ou as duas coisas.

Tudo começou com uma pessoa no trabalho, que se meteu numa conversa e ficou sabendo que eu estava grávida, logo depois que eu soube da notícia. Naquela ocasião ela achou que não era assim nada de mais me dizer que não me daria os parabéns até que eu passasse das 12 semanas. Afinal, “tudo pode acontecer até a 12ª semana”.

Depois disso ainda fui obrigada a ouvir incontáveis vezes como ela mesma perdeu seu bebê na semana x. Por mais triste que tenha me sentido por ela, ainda assim eu acho no auge do meu egoísmo que poderia ter sido poupada dos detalhes.

Essa faz parte do grupo dos que adoram uma tragédia e querem porque querem te contar da prima da tia da mãe que morreu no parto. Ou da amiga da vizinha da cunhada que ficou paraplégica depois de uma anestesia mal aplicada. Na melhor das hipóteses sempre encontro alguém que só consegue falar de fórceps, pontos e seios que racham e sangram. Como se a idéia de um primeiro parto já não me assustasse o bastante.

Felizmente mais contato eu tenho com o grupo dos metidos a atendente de farmácia. Aqueles que vivem me oferecendo só um remedinho que não vai fazer mal nenhum. Não consegue dormir? Óleo essencial de lavanda ajuda, e é natural. Pode ser natural, minha senhora, mas pode também causar contrações então não é seguro durante a gravidez. Tá gripada? Olha, tenho um lemsip aqui na bolsa. Mas eu não posso, o médico deixou bem claro: só paracetamol. Mas lemsip é praticamente só paracetamol, toma um. Obrigada, mas eu realmente prefiro não tomar nada que não seja receitado pelo meu médico. E a pessoa segue insistindo até que eu fique bem sem graça de negar pela milésima vez. Nessas horas eu penso se deveria enfiar o comprimido na boca pra cuspir depois ou se mando enfiar o comprimido você sabe onde. Sigo engolindo os sapos e dispensando analgésicos, antitérmicos, xaropes, pastilhas e calmantes.

Mas disparado no quesito falar pra incomodar, está o grupo super preocupado com o tamanho da minha barriga. Tem certeza que não são gêmeos? O que me irrita mais na frase é o “tem certeza”. Como assim se eu tenho certeza? Se forem gêmeos, caso eu me recupere do trauma, vou ficar rica processando a clínica de Blackrock e o National Maternity Hospital onde já foram feitas três ultrasonografias que indicam, surprise, surprise, UM único babóg.

E outra, eu tenho certeza sim que esse único babóg está previsto para Abril apesar da minha barriga de 9 meses! Então, por favor, também ajuda se você, além de não demonstrar preocupação com como eu vou perder esses quilos todos após o parto, evitar fazer cara de choque ou pior ainda, de pena.

Na falta do que dizer, sorria e me dê os parabéns. Ou só sorria que já está de bom tamanho.

Em tempo, contrariando meu lado chato e anti-social, não tem problema nenhum passar a mão na minha barriga.

N.

About Author

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

20 Comments

  • Carol
    February 15, 2011 at 9:27 pm

    miniiiiiiiiiiiiiina, tb escrevi um post sobre isso outro dia, ó só: http://carolesuasbabybobeiras.blogspot.com/2011/01/conversando-com-uma-gravida-inspirado.html

    mas putz, tem taaanta gente preocupada com o tamanho da minha barriga… já nao me basta eumerma. Uma hoje me falou que tá com pena de mim pq ainda faltam 3 meses e nao sabe pra onde vai a minha barriga (vai passear lá na pqp, quis responder). E pior que eu nao engordei NADA na gravidez, só tenho a minha panza mesmo. Comofaz com esse povo??

    Paciencia, querida, paciencia (e filtro gestacional de ouvidos tb funciona).

    beijao

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 12:15 pm

      haha… Muito bom Carol. Adorei o post!
      xxx

      Reply
  • CesarBardo
    February 15, 2011 at 9:36 pm

    eu sempre ouço a sua voz dizendo os posts! =D é divertido porque tem esse tom só seu e acaba por matar a saudade.

    Agora… você tem certeza que não é melhor tomar um chá de camomila, não? =D haehaehea

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 12:40 pm

      Boa ideia, bonito. Cha de camomila pode!
      xxx

      Reply
  • Veneranda
    February 15, 2011 at 10:10 pm

    N.,

    Deveria ser obrigatório que toda gestante carregasse na bolsa as pílulas de Cemancol… Santo remédio para um mal que assola muitas pessoas: a boca grande.
    E o melhor de tudo é que distribui-las por aí não teria nenhuma contra-indicação…

    Bjs

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 12:44 pm

      🙂 Cemancol… ta anotado.
      Beijinhos

      Reply
  • Ernani
    February 16, 2011 at 8:15 am

    HUahuahuhuauhahuahuahua. O mais engraçado é que quem não te conhece pode até imaginar que vc é mal humorada… quando na verdade é essa simpatia danada.
    bjo

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 12:46 pm

      Ernani, eu sou na verdade uma grande reclamona!
      Bj

      Reply
  • Ingrid
    February 16, 2011 at 8:38 am

    Uma vez escrevi sobre isso, o talento das pessoas em falar o pior seja sobre a gravidez, amamentação ou sobre o traaaaaaabalho que dá criar um filho, mais facil dizerem o quanto a gravidez é complicada, amamentação pode ser dolorosa e que vc vai virar um zumbi acordando toda hora pra atender o bebe doque simplesmente ficar quieta! =)

    Tape seus ouvidos minha querida, tome distancia desse povo, sua barriga ta grandona? Diga que é bom pq seu filho tem mais espaço pode ficar a vontade!

    Eu engordei 12 kilos e mesmo com 9 meses ainda tinha gente dizendo que eu ia engordar mais,”pq fulana engordou 7 kilos nas duas ultimas semanas”, “beltrana NUUUUUUUUNCA mais emagreceu!”
    Foram so os 12 mesmo e 45 dias depois tinha perdido os 12 e mais 3.

    Parei de amamentar a qse um mes, tudo muito tranquilo, Pokbunny vai fazer 7 e ta com os dentinhos nascendo, melhor hora impossivel, fato é que nunca tive dores ou rachaduras nos seios, eu intercalava as mamadas com mamadeira pq realmente a demanda era grande e apesar de estar na Holanda, não sou la uma vaca Holandesa, muita gente me criticou dizendo que ele depois da mamadeira nunca mais pegaria o peito, mito, ele saia de um pro outro numa boa, onde saisse leite ele tava mamando, uma conhecida palpiteira de plantao não contente com o fato de meus seios sempre estarem em ordem veio me dizer que o “desmame” é a PIOR parte que não sei quem teve que tomar remedio, que teve febre, que isso e aquilo…. eu simplesmente disse, “azar da fulana”.
    Desmame foi tranquilo pra ambas as partes, estamos bem e felizes. =)

    Como qualquer bebe no mundo, Pokbunny acordou sim a noite, ele mamava de 3 em 3, as vezes demorava umas 4 horas, mas com dois meses e meio ele começou a dormir a noite toda das 21:30 as 7:30 da manhã, sempre que encontro as bonitas que me diziam que eu nunca mais ia dormir eu digo o qto nos 3 dormimos bem TODAS as noites. =)

    Tenha paciencia, tenha uma boa rotina e vc vai ver, tudo dá certo, pense em nós e nessas boas experiencias, ter um filho é a melhor coisa do mundo e tudo vai dar certo pra voce como deu pra mim e pra tantas outras mulheres! =)

    Um beijinho

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 1:15 pm

      Oi Ingrid,

      Ah, esqueci das que ‘nunca mais emagrecem’!!
      Adoro seus comentarios por aqui. Ja parece que te conheco.
      Um beijo,

      Reply
  • Mi Diario
    February 16, 2011 at 9:19 am

    Estou gravida de 13 semanas e posso te dizer que em tão pouco tempo me sinto harta de certos comentários.

    Assim que descobri que estava gravida, fiquei tão feliz que não resisti esperar as 12 semanas pra dar a noticia… Escutei muitos comentários negativos… Fiquei triste e com medo.

    Quanto aos “conselhos” do que devo e não devo tomar, sou curta e grossa!

    Um abraço

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 1:41 pm

      Mi, obrigada pela visita.
      Eu tb nao me aguentei e contei antes das 12 semanas e depois fiquei morrendo de medo.
      Um beijo,

      Reply
  • Karina M.
    February 16, 2011 at 10:08 am

    Ní,

    Concordo com tudo que vc disse!!!!!
    Eu só acrescentaria aquelas pessoas que tiveram filho recentemente. São aqueles que dizem pra eu aproveitar a vida porque depois da chegada do bebê tudo acabou. Não dá pra assistir tv, comer, falar ao telefone, sentar, levantar, deitar, sorrir, sair…. viver! Sério, nessa hora me dá até uma tremedeira por dentro. E foi assim que no domingo eu falei pra uma pessoa que estava disparada me dizendo essas barbaridades pra dar o filho pra quem quisesse mais do que ela. Aí ela ficou chocada comigo! Acredita? Ué, se era tanto sofrimento como ela descrevia eu achei q seria a melhor solução, já que tem tantas mulheres doidas pra ser mãe mas por algum motivo não conseguem.
    E essa de falarem do tamanho da barriga é fogo. Outro dia eu fui a um aniversário de criança. Ao adentrar o salão, uma pessoa lá q eu nunca curti muito, levantou gritando:” Nossaaaaaaaa!! Vc tá enormeeeee!!”
    E eu respondi: ” Obrigada, querida. Estou grávida. O dia em que vc ficar grávida vai saber.”
    A desaforada retrucou dizendo que nem queria saber. Aí meu sangue ferveu.
    E a minha resposta foi:” É verdade! Primeiro você tem que arrumar um namorado. Depois vc tem que convencê-lo a casar com vc. E aí, se ainda der tempo, ter filhos! Então, corre!
    Não aguentei aquela palhaçada.
    Mas vamos que vamos! Com a pança linda e grande! E claro, acima d tudo com bebês maravilhosos!
    Beijocas

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 1:44 pm

      Ka,
      Adorei suas respostas! Um dia ainda dou uma dessas em alguem.
      Um beijo.

      Reply
  • Sandre
    February 16, 2011 at 12:11 pm

    quando encontro uma grávida eu procedo da seguinte maneira:

    1. se a barriga tá muito pequena, eu não pergunto nada, só olho, vai saber. já dei uma gave uma vez, a moça não estava grávida.
    2. se a barriga tá pequena, eu pergunto: quantos meses? se a pessoa responde em semanas já fico perdido.
    3. se a barriga tá grande, eu pergunto: quando vai nascer?

    de qq maneira, nos casos 2 e 3 eu sorrio e desejo boa sorte! 😉

    Reply
    • nivea
      February 16, 2011 at 1:46 pm

      Sandre,
      Pagaria pra ver vc parabenizando a gordinha pelo bebe!
      Muitas saudades de vc.
      bjs

      Reply
  • Vanessa Ribeiro
    February 17, 2011 at 9:42 am

    Nivea querida,

    Te entendo perfeitamente, durante minha gravidez recebi tantos conselhos ‘nao desejados’ que chegou uma hora decidi escutar somente o meu marido (que é o meu melhor amigo really) e minha voz interior.

    Também devo confessar que outras maes blogueiras me ajudaram um montao com seu carinho lá no blog.

    O tamanho da tua barriga nao importa. Minha amiga Carrie teve o bebê dela 2 semanas mais tarde e sofreu muito com o povo todo perguntando se nao deveria induzir o parto. A barriga dela também estava enorme, e imagina, com toda a inseguranca que dá ser mae de primeira viagem, tudo que ela nao precisava era gente dando opiniao sem sentido e que nao ajuda. O bebe dela é lindo, tudo perfeito e ela ignorou todo mundo 🙂

    Quanto a gente negativa, putz, se pudéssemos pressionar o ‘delete’ como no computador, o mundo seria tao melhor né?

    Beijos querida, e curta estas últimas semanas de barrigao. Vai sentir saudades, prometo.

    Van

    http://www.coisasminhas.com

    Reply
    • nivea
      February 18, 2011 at 10:46 am

      Oi Van,
      Obrigada pelo carinho. Vc tem razao mesmo, vou sentir falta do barrigao.
      Um beijo

      Reply
  • Angela
    February 18, 2011 at 1:24 am

    Ní,
    Acho que não dá para comparar, mas é a mesma coisa que acontece comigo quando tenho que explicar para pessoas que nunca vi como é que, depois de quase 4 anos de casados, eu ainda não tenho um filho. Quando eu falo às pessoas que não quero ter filhos, só falta me baterem. As pessoas adoram se meter na vida de todo mundo. Aff, ninguém merece.
    Beijos e muita paciência para você!

    Reply
    • nivea
      February 18, 2011 at 10:50 am

      Angela, querida…
      Da pra comparar sim. As pessoas realmente se metem demais na vida alheia, particularmente quando se deparam com uma decisao que para eles pode parecer ‘estranha’, como a de nao ter filhos. Se ao menos cada um se preocupasse com suas proprias decisoes e escolhas….
      Um beijo enorme,

      Reply

Leave a Reply