Filhos & Família

Lia, 4 meses

Pitoquinha completou 4 meses no dia 24 de março.

Ela continua sofrendo de refluxo mas com a medicação está bem melhor. Não chora mais tanto como chorava antes, pelo menos não de dor, mas continua sendo o meu bebê mais chorão (é horrível esse negócio de compará-los mas eu ainda não consigo evitar). Aliás, talvez ela não seja a mais chorona mas é definitivamente a que chora mais alto. Com fome ou com sono, ela grita desesperadamente, lágrimas escorrem e a gente que está perto perde até o rumo (e um pouco da capacidade auditiva). Enfim, só agora eu percebo que meus dois primeiros filhos praticamente não choravam (Erik principalmente).

Os dias continuam não sendo fáceis. Ela quer colo o tempo todo, tira sonecas muito rápidas, exige um tanto de mim que nem sempre eu sei de onde tirar. Além disso tem a Elena, que não deixa de ser bebê e também exige ainda muito cuidado. Tem outro filho, tem casa, tem marido trabalhando horas insanas e quase tudo sobrando para mim.

Locura esse negócio de três filhos, gente. Lou-cu-ra. Eu devia ter sido internada quando enfiei na cabeça que queria três filhos. Peraí, eu FUI internada. Pois é, deviam ter me deixado lá mais tempo, pelo menos até a menopausa.

Já falei que é uma loucura? Já.

Para você ver, outro dia aí levei a pequena para tomar vacina. Parei o carro bonita, entrei no consultório, subi as escadas e ao dar de cara com a recepcionista lembrei a razão da consulta. Aí voltei para pegar a Lia que eu tinha esquecido no carro (não me denunciem).  Isso foi algumas semanas depois de eu ter chegado no mesmo consultório com a bebê gritando e chorando com o nariz arrebentado e sangrando. Pensando bem como é que ainda não me chamaram o conselho tutelar?

Teve um dia também que eu passei uns bons 15 minutos tentando abrir o carro com o controle remoto da Apple TV, sem contar as inúmeras vezes que eu coloco a roupa passada dentro da máquina e a roupa suja no cesto de roupas para passar, fralda suja na gaveta e assim por diante.

Loucura.

Tão louco que eu já me perdi no assunto do post que era a Lia e seus quatro primeiros meses de vida

Então para resumir e terminar esse post nonsense:  Lia tá linda, tá gordinha, tá me enlouquecendo e eu não consigo imaginar a vida sem ela (mentira).

O bom é que passa, que as coisas melhoram antes de piorar tudo novamente.

Loucura.

Beijo e até outro dia,

N.

PS. Empatia é bem-vinda gente, é nesse post que você divide comigo que eu não sou a única mãe enlouquecida com a maternidade.

10 Comments

37 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na fralda e de uma pintinha de olhos grandes e curiosos; doceira; blogueira e dona-da-casa.

Previous Post
April 3, 2017

10 Comments

  • Priscila

    Nivs…..fique tranquila pq vc realmente não é a única kkkkkk
    Aliás diga se a verdade….vc até que tá muito bem….pois conheço mães que tem 1 ou 2 e já fez coisas piores kkkkkk
    Que Deus abençoe vcs…..beijos

  • Tatiana

    Nívea..Eu também 3. Três meninas que estão com 13, 11 e 6 anos. Total empatia com você! As vezes penso, omde estava com a cabeça quando decidi ter 3? kkkkk…

  • Andreia

    Rindo, rindo, rindo loucamente 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

  • grace

    hahahahahahahahaha, você não é a única!! E olha que só tenho dois e nem são mais bebês… lia está linda de viver e eu adoro quando tem notícias de vocês porque não tenho Snapchat. Beijo grande, Grace

  • Debora

    Totalmente te entendo, sinta-se abraçada! Aqui também tenho 3, um de 6 anos, um de 3 anos e um de 3 meses, todos meninos. Tem dias que me sinto numa competição do passa ou repassa… ou uma equilibrista colocando pratos pra girar, não pode parar de girar rs
    Mas acho que uma hora fica mais fácil né? É o mantra materno de que #tudopassa rs

  • Livia

    Nivea, eu também tenho 3, a mais velha tinha 6 quando meus Gêmeos nasceram. Esses dias atras levei os pequenos para o Childcare sem sapatos. Outro dia fui eu quem saí sem sapatos. Já perdi as contas de quantas vezes guardei o leite no armário e o biscoito na geladeira. É uma loucura mesmo mas acredite, fica mais fácil sim (pelo menos foi isso que me disseram haha). Enquanto isso, hang in there e vai tocando 👍🏼😘

  • Denise

    Eu estou aqui com a Bebê 2 quase fazendo 6 meses e to aconselhando todas amigas a terem um só 😂😂😂

  • themis

    Nivea, eu andava seriamente achando que estava com sinais precoces de Alzheimer. Até ler algumas publicações como essa e os comentários das outras mães embaixo. Aí vi que sou uma mãe super normal, hahahaha! Aqui tb 2, a caminho de 3 (3 under 3 years) . Ah, e eu acertei então no post sobre a Lia, que era refluxo…tadinha, mas eram sintomas muito semelhantes as que as minhas tiveram, por isso imaginei… ela tá tomando omeprazol?

  • Débora

    hahaha, adoro seus posts, Nivea! Já comentei antes que tb sou mãe de três (6, 4 e 1 ano) e digo com toda a certeza do mundo, não se preocupe, vc não é a única!!

  • Luciene Asta

    Eu, com apenas 1, que já tem 5 anos e passa o dia na escola, vivo esquecendo coisas ! É comum ele ir pra escola faltando alguma autorização pra passeio ou presente pra amigos. É comum eu ir pra consulta 1 dia antes ou 1 dia depois. Isso porque o alarme no celular avisou, mas por algum motivo eu cancelei o alerta. Tenho um de 17 e trabalho fora o dia todo. Uso isso como desculpa. Dá um abraço aqui!

Leave a Reply

Related Posts