Livros Meu babóg

O que eu faço de melhor

557958_10151756753832717_2047590342_n

Eu deixei de trabalhar fora, e portanto acabo trabalhando muito mais, para ficar com ele.

Eu aprendi a cozinhar para ele comer bem. Cozinho até feijão (morro de nojo de feijão; antes dele nascer não podia nem ver que me sentia mal).

Eu parei de tomar coca-cola e inclui legumes e verduras na minha alimentação diária, para dar o exemplo.

Eu sento no chão, brinco junto, passo horas montando trilhos de trem, desenhando com giz de cera, brincando de carrinhos.

Eu canto e danço.

Assisto mil vezes o mesmo vídeo com ele.

Eu deixo ele fazer bagunça, recolho peças minúsculas de lego espalhadas pela casa, limpo a sujeira que ele faz ao comer ou as janelas onde deixo ele desenhar.

Eu levo no parque, nos playdates, nos playgroups, deixo ele correr e corro atrás, mesmo quando o que eu quero é ficar quietinha no quentinho da minha casa.

Agora o que eu faço de melhor nessa minha vida de mãe, o que eu faço de mais importante, além de dar carinho, amor, atenção e os cuidados que ele precisa, é ler para ele.

Eu leio. Leio desde que ele era muito pequeno para entender qualquer coisa. Leio TODAS às noites (se não sou eu quem o coloca para dormir, o pai lê, ou lê a avó, a babá, quem estiver no comando). Leio todas as tardes. Leio sempre que ele pede. E ele pede sempre e sempre enche meu peito de alegria.

Aliás, quando ele me pede para ler uma estória eu largo o que estiver fazendo e sentamos no chão. Para ler com ele eu tenho sempre tempo, disponibilidade e boa vontade.

Quando ele senta no meu colo e abrimos juntos as páginas de um livro é como se o mundo inteiro se abrisse para a gente; uma imensidão de cores, de sons, de possibilidades. Contando uma estória eu divido com ele uma paixão e espero com todo o meu coração de mãe que ele faça dos livros seus companheiros de jornada.

Não ler para uma criança devia ser considerado um crime.

Feliz dia Nacional do livro!

N.

PS. Não tem como não olhar para o meu filho todo falante, todo esperto, todo cheio de opinião sobre tudo e não achar que um pouco disso é culpa minha por incentivá-lo a gostar dos livros e estórias

* A imagem do post é do site Educar para Crescer que tem dicas muito legais de livros e atividades para incentivar a leitura dos pequenos.

10 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
October 29, 2013
Next Post
October 29, 2013

10 Comments

  • Marina Matos

    Que lindo esse post, Nivea! Fiquei até emocionada!
    Ler para uma criança é um ato de amor, de educação, de incentivo, de tanta coisa boa, que não vejo motivos para não fazermos.
    Lindo saber o quanto E. adora e pede pode estórias e livros.

    Beijo!

  • Camila Lins

    Que lindo post.

    Também acho que todos deveriam incentivar uma criança a ler. Quando era pequena, lembro que raros momentos minha mãe lia para mim, eu tive um livro grosso, cheio de contos e eu amava.

    Passei a odiar a leitura quando comecei a ser obrigada a ler na escola Monteiro Lobato e eu não entendia nada, pois não é uma linguagem muito simples e particularmente acho as histórias dele muito chatas.

    Felizmente escolhi uma profissão que me exige ler muito, Psicologia. E eu preciso ler sobre tudo. Encontrei muita dificuldade no início, pois passei anos sem ler nada, nunca fui estimulada. Por conta própria comecei me obrigando a ler e comprei um kindle para me ajudar. Hoje compro dois livros ou mais por mês no kindle, fora os textos e livros que a faculdade exige, e estou amando. Leio toda a noite e quando não leio, me dá até nervoso.

    A leitura só faz bem. Parabéns!

  • Thais Bessa

    Parabéns, é realmente uma das melhores coisas que podemos fazer para os filhos. Filha de pedagoga, cresci com muitos livros e lendo muito. Além de 2 historinhas antes de dormir, a gente lê com a Bebella o tempo todo. Da última vez que contei ela tinha mais de 200 livros e é realmente o brinquedo preferido dela. Morro de orgulho quando isso é confirmado pelas carers da creche: dizem que o tempo todo ela obriga as outras crianças a se sentarem em volta e ela fica lendo pros amigos!

    O gosto pela leitura, estudo e conhecimento a gente ensina muito antes de entrarem em idade escolar!!!

    X

  • Bruna Célia

    Quando coloco o joe pra dormir eu ate brinco dando boa noite e fechando a porta do quarto e sempre ouco-o aos berros: “vc tem que ler meu livro! Onde vc ta indo?” Super cute!

    • Nivea Sorensen

      Eu também sou lembrada de que o dia não termina sem pelo menos uma estória x

  • Cláudia Daniele Souza

    Eu vejo todos os seus posts mas este, em especial, me comoveu! Sou bibliotecária e acredito demais que a leitura é uma das práticas sociais mais importantes e decisivas para o desenvolvimento das habilidades do ser humano. Fiquei bastante feliz e tenho certeza que seu filho se tornará um grande leitor! 😉 Um beijo.

Leave a Reply

Related Posts