30 Day Song Challenge

30 Day Song Challenge – Day 4

Day 4: A song that makes you sad

Fake Plastic Trees – Radiohead

If I could be who you wanted
If I could be who you wanted all the time
All the time…
All the time…

Ensaiei esse post tantas vezes que vai ver é por isso que andei sumida…

Já escrevi aqui antes que choro sempre que ouço Fake Plastic Trees, estando eu onde estiver (e com quem estiver). Já chorei no supermercado. Chorei no McDonald’s (quem disse que McDonald’s é lugar de tocar Radiohead, em primeiro lugar?). Chorei no carro na primeira vez que viajei com I. (na mesma semana em que nos conhecemos). Chorei as tantas outras vezes que sentei para tentar escrever esse post.

O Radiohead tem pelo menos uma outra meia dúzia de canções mais tristes do que essa mas nenhuma delas estorou na rádios durante o meu primeiro episódio de depressão, em 1998. Eu já conhecia a música, já conhecia a banda há muitos anos, mas naquele domingo em que eu decidi que não queria mais viver (também não queria morrer, só queria ficar quieta no meu canto para sempre) foi essa que eu ouvi no rádio durante a madrugada. E foi SÓ ela que eu ouvi pelos meses que se seguiram àquele domingo frio de julho onde tudo o que havia era só uma tristeza e uma solidão tão grandes que não cabiam em mim.

Uma outra vida depois (porque aquela morreu comigo naquele ano), ainda associo Fake Plastic Trees àqueles dias escuros. Mesmo assim, não fujo. Escuto sempre até o final, choro o que tenho para chorar e quando ela termina me lembro que aqueles dias também terminaram e que não existe tristeza infinita.

Agora eu vou ali lavar o meu rosto…

N.

15 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
July 8, 2011
Next Post
July 8, 2011

15 Comments

  • Paula

    Vou confessar q o maior motivo pelo qual escuto muito pouco Radiohead é q eu acho depre demais. Musica de fossa mesmo, daquela q vc corta os pulsos qndo escuta. Mas fico feliz de q essa etapa esta superada na sua vida e é sempre bom escutar pra se lembrar disso Beijos

    • Nivea Sorensen

      Oi Paula,
      Eu sei que é meio depre, mas olha, eu ouço até quando estou contente!
      Um beijo

  • Ernani

    Radiohead é perfeito pra qualquer tristeza. Mas no seu caso, por ela lembrar um período ruim que já acabou, a música é quase feliz. Tomara que vc derrame muito mais dessas lágrimas e que elas sejam sempre apenas memória. Que a canção do seu presente tenha notas alegres.
    bjos

  • Cintia

    E eu choro tambem… e nesse trecho mais ainda.

  • Ana Paula

    Mês passado, acho, escrevi sobre esta música tb. E para mim ela, que por si só já é mega triste, tb me leva a um período tristonho da minha vida.
    Tem coisas, que por mais que as temos como superadas, quando sentidas não há outra saída, a não ser reviver tudo aquilo de novo. E as músicas fazem isto, né? Parece um regresso. Mas o bom é que a gente abre os olhos e vê que hoje a realidade é outra, e que aquele período já faz parte de capítulo de nossas vidas, que bem ou mal, nós moldou como somos hoje.

    Bjs!

    • Nivea Sorensen

      Oi Ana,
      Fui lá no seu blog procurar pelo post. Tinha esquecido do filme, também acabei chorando.
      Um beijo

  • Mi.

    Amiga, texto mais lindo e delicado. Fico feliz por voce conseguir falar de um assunto tao complicado com tanta poesia, mas mais feliz ainda por voce colocar todos os verbos no passado. Prefiro voce rabugenta feliz do que poetica triste 🙂

    Beijo,

    • Nivea Sorensen

      Oi amiga,
      Levou um tempo enorme para conseguir falar. Hoje não tenho mais problema com isso.
      Beijos

  • Mari

    Toda vez que ouço essa música, lembro dessa propaganda http://www.youtube.com/watch?v=hmdmfWQW4ig. É invevitavel! Ela também me emociona. Nós duas choramos, você porque se lembra que dias melhores sempre virão e eu, porque me lembro o quanto amo a minha profissão.
    Um beijo!

    • Nivea Sorensen

      Mari,
      Eu lembro da propaganda. Foi inclusive por causa dela que a música começou a tocar no rádio.
      Um beijo

  • lola

    nossa, qual e o lance com 1998, hein? tambem tive minha primeira crise depressiva nesse ano e, olha so a coincidencia, tambem ficava ouvindo the bends, mas no meu caso, eu queria cortar os pulsos ao som de “high and dry”. assim q superei a crise, taquei esse CD na churrasqueira do meu tio. na epoca em que ainda nao existia mp3 hehe. beijos

    • Nivea Sorensen

      Oi Lola,
      Quando mencionei canções mais tristes do que Fake Plastic Trees pensei justamente em High and Dry. Sempre me faz chorar tb.
      Um beijo e obrigada pela visita.

  • Maria Rita

    Fiquei arrepiada só de ler esse post. No meu dia de músicas tristes coloquei High and Dry (também), pois é a que mais mexe comigo, mas Fake Plastic Trees é uma das músicas mais tristes. Nossa.

Leave a Reply