Menu
Pretensões e Desabafos

Em 2016 eu vou… { escrever }

2016 começa para mim da melhor maneira possível, sem nenhuma grande expectativa ou desejo de mudança profunda (pelo menos não externa). Não pretendemos engravidar, muito menos receber um bebê novo nas nossas vidas. Não vamos nos mudar, nem (ainda) reformar a casa. Erik vai continuar na mesma escola. Não tenho 30 quilos a mais para perder. Ian não tem nenhuma novidade prevista no trabalho e eu continuo sem vontade de voltar a trabalhar. Ou seja, se tudo der certo, tudo continua na mesma para nós (e todas batem na madeira, por favor, que eu estou bem merecida de um ano tranquilo).

Um pouco por isso, um tanto mais por conta do que aconteceu comigo no último ano, meu único objetivo, única meta, única resolução para 2016 é BEM-ESTAR. Meu, dos meus filhos, do meu casamento, da minha família.

Parece pouca coisa mas para quem sofre de uma doença mental como eu, estar bem requer um certo esforço. Evitar o excesso de estresse, controlar a ansiedade, me manter fisicamente ativa para que a mente funcione, tomar minha medicação, fazer terapia, participar de grupos de apoio, comer bem, enfim, uma série de coisas que eu PRECISO fazer acontecer para me manter saudável.

Todo esse blá-blá-blá foi só para contar que então esse ano eu resolvi que minhas resoluções de ano novo vão girar em torno desse tema (bem-estar), e que por serem muitas, eu resolvi dividi-las em posts diversos ao longo de todo o mês de Janeiro.

A primeira delas é,  como o título diz: ESCREVER.

Escrever me faz bem, me deixa feliz, mantêm minha cabeça ocupada com coisas legais, me ocupa o tempo com algo que eu realmente sinto prazer em realizar, me ajuda a lembrar que antes de mãe eu sou eu mesma! Se ao mesmo tempo eu não sinto vontade alguma (por enquanto) de voltar a trabalhar fora, por outro, passar muito tempo com as crianças em casa às vezes me deixa louca. Quando eu escrevo, essa sensação ruim de que eu não faço mais nada da vida além de cuidar de filho e de casa, passa. Mais do que isso, me basta.

Por isso escrevo e vou continuar escrevendo, ainda que isso necessite de mais organização da minha parte. Os assuntos, esses continuam basicamente os mesmos: as pequeninices dos meus dias de pouco sol, maternidade, a vida nesse lado de cá do oceano, minha saúde, minha recuperação e a vida com uma doença mental. Vai ter receita, vai ter mimimi, vai ter um monte de links sobre o que eu leio virtualmente, vai ter lista mensal dos livros que eu li, as coisas novas que descobri, milhares de fotos dos meus filhotes que crescem a uma velocidade assustadora e o que mais der na telha desse lado da tela.

Não sei você, mas estou animadíssima para começar.

Feliz 2016!!!!

 

About Author

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

18 Comments

  • Mariana
    January 1, 2016 at 10:09 pm

    Estou doida para que você continue nos brindando com seus textos. Você escreve tão bem!
    Feliz 2016, que ele seja um ano tranquilamente feliz para você e sua família!

    Reply
  • Netania
    January 1, 2016 at 11:02 pm

    Por favor, continue escrevendo sim! Faz bem pra você e pra nós, aqui desse lado da tela tbm. 🙂
    Desejo do fundo do coração, que seu novo ano seja repleto de felicidade e bem estar!
    Beijos

    Reply
  • Maria Paula
    January 2, 2016 at 2:14 am

    Escreve!!!!! O que der na telha! Eu vou ler e adorar com certeza! Abraços!!!!

    Reply
  • Rose
    January 2, 2016 at 3:21 am

    Escreva tudo que lhe der na telha sim, te fara bem e nos fara felizes tambem. Que seu ano seja repleto de textos, posts, fotos, bem estar, pouco estresse e muita meditacao, mas sem ficar se pressionando, por favor ?

    Reply
  • Bárbara
    January 2, 2016 at 11:42 pm

    Êêêê… a gente com certeza vai estar aqui pra ler tudinho.

    Feliz 2016!!!

    Beijokas

    Reply
  • Paula Oliveira
    January 3, 2016 at 4:03 pm

    Já falei que adoro quando vc escreve?

    Reply
  • Monica
    January 4, 2016 at 1:08 am

    Oi Nivea!Feliz 2016!! Não deixe de escrever, se te faz bem, continue!! Estamos torcendo para que tudo seja mais leve esse ano! ♥♥♥

    Reply
  • Marie
    January 7, 2016 at 11:58 pm

    Doença mental ou desequilíbrio emocional?
    Sei lá, acho a classificação mais adequada, vc produz tantas lindezas.
    Doença mental associo a quem faz barbaridades.
    Todo o foco que vejo brilhar diante dos meus olhos e igualzinho ao seu desejo desejo melancolicamente “bem estar” o resto pode esperar, eu esperei tanto por sair para trabalha, agora já não tenho tanta pressa, vc está certíssima em nem sentir vontade disso. Foco em vc mesma e um montão de outras coisas estarão bem melhor se vc bem estiver.
    Torcendo e orando por seus planos e meus tbm.
    Vc mora numa terra de pouco sol porém, poeticamente linda.

    Reply
    • Nivea Sorensen
      March 5, 2016 at 11:28 am

      Não deixa de ser uma doença mental, Mari, mas entendo seu ponto de vista. Muito obrigada pelo carinho x

      Reply
  • Ana
    January 11, 2016 at 10:31 am

    Olá Nívea,
    vi que você me seguiu no insta e vim aqui conhecer o seu blog. Prazer te conhecer 🙂
    Estou também super animada com o ano de 2016 e o que ele vai me trazer.
    Escrever me faz muito bem e me ajuda a controlar o estresse. Continue se isso também te faz feliz.
    Quando tiver mais um tempo voltarei aqui, adoro assuntos relacionados à maternidade. Ainda não sou mãe, mas estou me preparando para viver essa fase, que eu acredito ser a melhor da vida de uma mulher.
    Tudo de bom,
    Ana

    Reply

Leave a Reply