Pretensões e Desabafos

A matemática da viagem

Os números só compravam que nossa viagem ao Brasil foi um sucesso:

* 2 dias de calor forte, de resto muito tempo cinza que é o que eu gosto nessa vida;

* 30 minutos E. dormiu no avião na ida (as outras 11 horas eu corri atrás dele pelo corredor da aeronave) e mesmo assim chegamos em casa bem;

* 3 pessoas me perguntaram se o cabelo de E. (que virou strawberry blond de vez, nem está tão vermelho mais) era natural. Te conto que meu pai, veja você, foi uma delas;

* 856 vezes ouvi a frase “a senhora não tem trocado?” ;

* 1.347 vezes o vendedor fez cara feia para minha nota de R$50, mesmo após o total da compra ter sido tipo R$38;

* 2.600 vezes ouvi “posso te dever um centavo?”;

* 0 vezes eu pedi pelo meu centavo que estava faltando no troco, ao contrário das minhas últimas idas ao Brasil  (estou me tornando um ser evoluído que resolveu não se estressar mais com o jeitinho brasileiro);

* 2 pacotes de lencinhos descartáveis para o E. precisaram ser comprados (da próxima vez melhor eu fazer o cálculo direito e não ficar pagando 10 vezes mais pelo mesmo produto) mas nenhum pacote de fraldas;

* 1 par de Havainas só eu comprei (mas trouxe 2 pares de Converse ou All Star para mim e outros 2 para E.);

* 0 pares de Melissa, outro sinal de evolução;

* 89 reais gastos para 4 pessoas e meia tomarem café da manhã no aeroporto de São Paulo. Por café da manhã entenda-se um pão-de-queijo ou coxinha com café para cada um;

* 375 pessoas me olharam feio, ou fizeram algum comentário maldoso com o uso da “coleirinha” do E. em locais públicos;

* 5 pessoas perguntaram onde comprar o artefato (a “coleira”);

* 8 pásteis de feira comidos (sem contar os de pastelaria, restaurante, bar, boteco);

* 68 vezes minha mãe tentou trocar, sem sucesso, a fralda do neto;

e 752 vezes ela disse “nossa, mas esse menino não para?”.

No final das contas deu tudo mais do que certo. Agora eu preciso te avisar que os números estão mal e porcamente aproximados porque eu fiquei de recuperação uma única vez na minha vida escolar, adivinha em qual matéria?

N.

34 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
April 18, 2013
Next Post
April 18, 2013

34 Comments

  • Priscila Santos

    Oi Nivs………muito bom este post!!!!!
    adorei saber os numeros da vaigem e descobrir que no fundo nada foi ruim…………..
    beijos

  • Dani Rabelo

    ADOREI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Adorei!!!!!!!!!!!!

    Adorei tudo!!!!!!!!

    Beijos!

  • Manu

    hahaha ir de ferias pra casa eh sempre bom ne? ja to sentindo falta.

    E certeza que se um dia eu vir a ser mamãe, meu filho terá uma “coleira” tbm, nada de stress ao correr atras de da criança!

    Beijos

    • Nivea Sorensen

      Manu,
      Além do estresse, no meu caso tem o problema da coluna, eu não posso abaixar.
      x

  • Carol

    hahaha Adorei!
    Realmente esse uso da “coleirinha” é polêmico no Brasil! Eu confesso que achei o máximo qdo vi em Londres e fiquei bem tentada a comprar um pro meu parasitinha. Super prático!
    Mto bom seu post! 😀 (como sempre!! hehe)

    bjo
    Carol

  • Camila

    Adorei!!

    Todo sábado quando vou à academia passo por uma feira e tem pastel. Absolutamente sempre lembro de você! A minha maior curiosidade é saber como as pessoas conseguem comer pastel às 8h da manhã.

    Erik está cada vez mais lindo!

  • Manu

    É, o saldo tá positivo – alguns momentos incrivelmente positivo – 0 fralda? SÓ 89 reais no café? Agora a coisa do lencinho é verdade mesmo. Era até uma coisa que eu ia te perguntar – como é aí em Dublin? Porque aqui, se eu quiser cuidar da Ange com mais maciez eu preciso dar uma pernada grande pra achar aquelas promoções clássicas do lencinho Johnsons. Beijo pra você e pro strawberry blond forever-let’s-hope 🙂

    • Nivea Sorensen

      Manu,
      Os da Johnson’s e da Huggies (que assim são os da turma da Mônica) são bem mais baratos por aqui, mas eu acabo usando o do Tesco (mercado) porque gosto muito e custam ainda menos.
      x
      PS obrigada por ter aparecido por aqui!

  • Manu

    By the way, lembrei de você essa semana. Fiz um bolo de baunilha, com recheio de brigadeiro branco com nozes e flan de chocolate branco e cobertura de merengue. Nem ficou tão doce, e ficou tão perfumado! 🙂

  • Manu

    Eu já avisei pra minha mãe que quando tiver um baby, uma das primeiras coisas que vou pesquisar pra comprar é a coleirinha… Ela ficou horrorizada, mas pelo menos ela tá tendo tempo pra se acostumar, pq realmente ninguém merece a mãe desesperada pq o pequeno fugiu, correu, etc, né! =P

    Ai, Nivea, pensa que eu tbm só fiquei de recuperação da escola uma vez na vida, e advinha em quê??

    Tamo junto! Xoxo

    • Nivea Sorensen

      Manu,
      Se não fosse a coleirinha eu não teria dado conta de pegar minhas malas com o Erik, o carrinho, a mochila, a bolsa…
      x

  • Nadja

    ADOREEEEEI o texto!!!
    Eu peço meu um centavo até hoje… desde que aprendi a falar HAHAHAHAH E só me estresso, mas acho que é o certo hahaha! Não evoluí!

    E uma vez que o bendito moço do 1,99 (eu pagando com cartão e a conta tinha dado algo como 10,96) e ele coloca 11,00 na telinha da maquina do cartao…e eu… “hein???” Telinha de cartão, ele pode colocar o valor correto,né?

    Mas que bom que foi tudo certo!!! e que seu menino esta lindo!

    • Nivea Sorensen

      Ai Nadja, aí é demais, né? Eu não deixaria passar mesmo. Agora o centavo eu resolvi dessa vez que não ia me estressar!
      x

  • Mia Novais

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Até tu pai N.?
    É que esse cabelo do E. é inacreditável mesmo! Lindo!

    O resto faz parte né?!

    Bjo

  • Ma

    Eu sempre levo os lencinhos, porque no Brasil é um roubo! Mas fraldas deixo pra comprar por lá mesmo, ocupa muito espaço na mala 🙂

    • Nivea Sorensen

      Levei as fraldas Ma porque minha mala com as roupas de verão foi quase vazia.
      x

  • Brunainglaterra

    Me conforta saber que não sou a única com problemas numéricos, principalmente em post de HOJE hahaha 😉

    • Nivea Sorensen

      Bruna, se a pessoa me disser que tem 16 anos e que nasceu em 1973 é capaz de ainda ficar fazendo conta (de calculadora, claro).
      x

  • Andreza Hana

    Oie Nivea, tbm nao sou boa em matematica hahaha. Mas, o importante e que a viagem foi otima e no final das contas vcs aproveitaram mto 🙂
    Mto obrigada pela visita e seja bem vinda la no bloguito. Tbm estou acompanhando teu blog e estou amando.

    bjiimm e otima noite

    http://meuamorpaquistanes.blogspot.ie/

  • Angela

    Sensacional. Estava lendo para o Cris e rimos muito juntos.
    Adorei a parte da sua mãe: Esse menino não para?
    Beijos grandes.

  • Dayse Freitas

    Nivea, sobre o pastel de feira fiquei com água na boca aqui. Agora, como encontrar o bendito pastel para a grávida em Berlim? Talvez tenha que arranjar algo similar…rs

    Bjos
    Dayse

    • Nivea Sorensen

      Dayse, tem umas receitas online que talvez dê para quebrar um galho, não? Mas acho que vai cachaça na massa. Se você, assim como eu, tiver uma garrafa no estoque vale a pena tentar.
      Um beijo

  • Bárbara

    89 reais no aeroporto num café-da-manhã. Brincadeira, né? 🙁

  • klelia

    N.

    me senti quase como uma irma mais nova agora…
    a unica vez na vida q fiquei de recuperacao tb foi com a danada!
    e minhas malas tb voltaram com 2 pares a mais d all star…alias,vc viu q a penneys ta vendendo ele “fake” por 7 euros? to me segurando pra comprar pq se eu continuar assim jaja tenho uma mala soh d all star 😉
    tb comi pastel,soh nao sei dizer se foram 8…dei a vez para o ovomaltine,pizza e compania…

    haha,pior foi minha mae q levou uma nota d 50reias pra comprar pao na padaria da esquina…os paezinhos sairam d graca!

    x

    • Nivea Sorensen

      Klelia, eu acho que cheguei a ver o fake na Penneys. Meu problema com os sapatos de lá é que depois de 3 usadas eu tenho que jogar no lixo por causa do mal-cheiro (mas vai ver é porque meu pé sua mesmo, uma desgraça), mas até compro de vez em quando.
      x

Leave a Reply to Nivea Sorensen