Pretensões e Desabafos

Leva e traz

As férias da minha irmã em Dublin, minha única irmã que é também madrinha do meu E. (a quem ele chama de titi), terminaram hoje.

Ela trouxe na bagagem todos aqueles itens de necessidade básica, made in Brazil, que eu sinto falta por aqui, ou porque não tem ou porque custa muito caro (leia-se havaianas, melissas, all stars, polvilho e café).

Trouxe presentes mil, livros em português e Palavra Cantada para meu babóg. Presentes de gente que eu nem esperava que fosse mandar alguma coisa para nós, várias surpresas. Trouxe as encomendas que eu pedi.

Trouxe paciência e amor para dar, trocou fralda, deu banho, pôs na cama, passou a madrugada inteira com ele quando ele não quis dormir, brincou, desenhou, correu, assistiu desenho e ensinou ele a caminhar de mãos dadas (e não sair correndo desembestado). Trouxe mimos infinitos para um menino que tem só mãe e pai próximos e que sente falta de família.

Trouxe ajuda, ficou de baby-sitter para eu e I. sairmos para jantar, para beber, para ir ao cinema, para fazer compras. Trouxe algumas horas de sono para mim nas manhãs (quase todas) para que eu pudesse pelo menos dormir um pouco (E. não tem dormido praticamente nada a noite inteira e consequentemente nós também não dormimos).

Trouxe companhia para assistir a novela, para comprar creme e maquiagem, para experimentar sapato, para olhar as vitrines.

Trouxe muito e deixa aqui com a gente só saudade.

N.

36 Comments

39 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
January 9, 2013
Next Post
January 9, 2013

36 Comments

  • Gisley Scott

    Sua irmã vale ouro! Lindo o relacionamento de vcs!
    Bjs

  • Erika

    Que lindaaaa, é sempre assim qdo chega é uma festa , mais qdo vai embora é só saudades. Mais o bom é que sempre estará por perto mesmo q distante….no CORAÇÃO. bjs e meu abraço a vcs .

  • Tianinha

    Obrigada pelos momentos maravilhosos, pelo meu melhor presente (Erik), por todos os outros presentes, por toda a felicidade proporcionada.
    Você sabe que nao sou boa em mostrar meus sentimentos, mas quero dizer que amo todos vocês.
    Nos vemos em breve e um dia, quem sabe, sem mais despedidas.

    Beijos no coração dos 3.

  • Didi

    Óun. Deu até aperto no coração. Eu que tenho irmã, que não é a única mas também é a madrinha, por perto e muito mais família ao redor fiquei assim tristinha de me imaginar sem tudo isso. E, pior, de imaginar o Tutu sem tudo isso. Já que ele ama tanto, chama tanto pela sia e pela vovó, reconhece todos nas fotos e fica beijando.
    Ai, nem sei o que seria de mim (e do Tutu) sem tudo isso.
    Ainda bem que você aproveitou. E ele também!
    beijos

  • Liza

    Sem palavras. Me emocionei.

  • Priscila M.S.Lima

    Mto lindo seu texto, me emocionei e fiquei imaginando como deve ser difícil essa distãncia física de vocês. Por isso esses momentos devem ter um significado tão especial. Bjs

  • Fernanda

    Essas histórias que enchem o coração e tanto emocionam… memórias que serão tão valiosas pro Erik quanto para vocês.

    Que ela volte em segurança e que o tempo até o reencontro seja breve, breve.

    Beijos

  • Laiza Costa

    Sem palavras. Beijos

  • Cintia

    Ni, que irma maravilhosa. Deixa ela vir aqui um tiquim, deixa?

  • Rachel

    SEi bem como é isso… 🙁
    Nada como ter uma irmã por perto, eu morro de saudades das minhas.

    Rachel

  • Lu Casanova

    Ní!

    Que amor lindo entre 2 irmãs!
    Bjo!

  • Daniela

    Ai, Nívea…. morar longe é assim mesmo, né? É sentir saudades em 350 dias do ano, ficar extasiada por 15 dias com a presença da família (ou de alguém da família) e passar mais 350 com saudades. Acho que a pior parte é quando a pessoa vai embora, os dias que se seguem à partida são muito doloridos, eu entendo.

    Fique bem, daqui alguns dias tudo voltará à rotina de sempre: vc, E. e I.

    Adorei o seu texto, lindo, lindo!

    Beijos grandes!

  • Camila

    Que lindo!

    Não tenho irmãos, mas imagino que sejam uma grande companhia para a vida toda.

    Beijos!

  • Veneranda

    Eu chorei pela despedida, nesse texto tão carregado de sentimento. Mas fico feliz por saber que vocês colecionam boas lembranças desses dias.
    Tenho certeza que a Tianinha está levando na bagagem os sorrisos mais gostosos de um ruivinho que pode até sentir falta de família mas, que tem uma madrinha absolutamente apaixonada por ele!

    Bjs

  • Celi

    Lindo texto! Como é bom termos alguém pertinho que mora em nosso coração. Imagino que tenham tido dias maravilhosos! Guarde isso em sua memória e permita-se sentir saudades! Faz parte para fazermos planos para o futuro! Beijos

  • ernani

    Vizinha, essa é a prova de que foi bom. Tivesse ela deixado alívio em vez de saudade, a coisa teria sido diferente… 😉
    Belo texto!
    bjoca

  • Grace

    que lindos, o texto e os sentimentos, é bem assim mesmo coisas que só os irmãos podem fazer pela gente! Não imagino minha vida sem minha irmã, as vezes ela faz mais pelos sobrinhos do que eu mesma!

  • Gabi Sallit

    Nívea, João foi batizado com 6 meses, mas foi ele quem escolheu uma das madrinhas (tem 3 – somos mineiros!!! rsrsrsr). Era tanto amor, tantos risinhos, tanto chamego que eu me sentiria roubando dele a chance de transformar esta amiga em parente se eu não a fizesse batizá-lo.
    A Dindinha está pensando em mudar para SP e meu coração parte, só de pensar.
    Ele é tão pequenininho para ter que se despedir…

Leave a Reply

Related Posts