depressão Pretensões e Desabafos

Prioridades

E aí que eu queria muito escrever sobre o que aconteceu comigo.

Queria escrever sobre aquela quarta-feira. Sobre o exato minuto em que sentei na sala de espera do consultório médico, com uma guia para marcar exame de sangue, outra para tirar um raio-x das mãos, um filho que tinha acabado de tomar vacina e precisava almoçar, um marido que tinha saído do trabalho para nos encontrar e precisava voltar. Sobre aquele minuto em que percebi que eu não ia dar conta de TUDO.

Marcar o exame de sangue, ir ao hospital tirar o raio-x, dar almoço para E., liberar I. para voltar ao trabalho, ir fazer compras para me alegrar um pouco, voltar para o flat alugado e fazer janta. Tudo isso naquele minuto me pareceu coisa demais.

Queria escrever sobre a crise de choro, ali mesmo no consultório, enquanto I. atônito dava mamadeira para o filho, enquanto um paciente aguardava sua vez, fingindo ler uma revista, enquanto a secretária fingia digitar e ignorar que eu estava dando um xilique.

Queria explicar que eu não estou infeliz, que não tenho depressão pós-parto, muito menos sazonal. Que não é minha primeira crise, que não vai ser a última. Que tudo bem. Que não vou morrer, que não tenho pena de mim mesma, nem vergonha. Que não sou fraca, que não sou louca.

Queria. Assim, no passado mesmo.

Não quero mais. Agora eu quero esperar os remédios começarem a fazer efeito e equilibrarem novamente a química do meu cérebro. Quero voltar para casa, cuidar do meu filho, voltar a fazer terapia, fazer biscoitos, escrever sobre o creme para as mãos que estou usando e sobre minha wish list de Natal.

Mas antes de tudo isso eu preciso mesmo é fazer duas coisas:

1) agradecer: todos os comentários deixados por aqui, todas as mensagens de texto, os emails, os recados no Facebook. E isso vai me manter ocupada pelos próximos dias.

2) Descansar, descansar e descansar.

Feito isso a vida segue. Blog também.

N.

30 Comments

38 anos; brasileira que mora na Irlanda; mãe de um filhote de irlandês do cabelo vermelho e muito fogo na bunda, de uma pimentinha de olhos grandes e curiosos e de uma caçulinha que é só sorrisos.

Previous Post
November 17, 2011
Next Post
November 17, 2011

30 Comments

  • Ingrid Gomes

    Você já sabe que caminho seguir e como vc mesma disse, quando os remédios fizerem efeito, quando a vida voltar pro eixo tudo vai melhorar, é bem por ai mesmo!

    To aqui de longe torcendo por você, tudo vai dar certo!

    Força minha querida, muita força e muuuuuuuuuito descanso também!

    beijocas.

  • Priscila Santos

    Nivs, fique tranquila…..isso é mais comum do que vc imagina…….
    Lembre-se que vc sempre tera pessoas que gostam de vc ao seu lado e que quando precisar é so gritar!!!!!
    Não se preocupe, pois tudo dara certo……e logo sua vida voltara ao normal.
    beijos e muita saudade………..sinta-se abraçada neste momento!!!

  • Dani Cassar

    Ni que tudo volte ao normal e que esse turbilhao de sentimentos se controlem!!!
    A gente sabe que falar e mais facil, minha mae passa por essas coisas a mais de 15 anos e eh assim msm, tem tempos que esta tudo bem e outros nao tao bem assim, e a vida vai caminhando como pode o importante e se cuidar como pode seja com remedios, terapias, amor e carinho e compreensao das pessoas queridas!!!

    Bjos grandes

  • Manuelle M.

    Nivea, muita força pra você. Eu sei como é passar por isso, e na minha época o que me segurou e deu forças pra seguir foi a minha família. Com certeza a tua vai te ajudar também, e teu babóg lindo vai ver a mãezinha dele sorrindo e escrevendo sobre os cremes de beleza, a lista do mercado, e as ventura de E.

    Independente da tua preferencia religiosa vou colocar você nas minhas orações, a manda muitas energias positivas.

    Beijo e força!

  • lorena

    N, queria dizer que perdi os posts anteriores, estava off.
    Mas agora, apos me atualizar, sinto que te entendo muito.
    Nao estou deprimida nao. Ja estive, ja usei medicaçao. E sei que nao estou agora.
    Mas, diferenças a parte esta muito dificil por estas bandas tb.
    Roupas em mala, comida de restaurante, nao encontro nada. Nem sei mais o que tenho….
    Mas, VAI`PASSAR!!!!

    E a gente seguira adiante.
    Beijos
    Se cuida, ta?

  • Fernando

    Nivea, ñ vou falar q sei exatamente o q vc sente pq vai ser mentira, mas na grande maioria te entendo muito bem, meu caso é um pouco diferente, eu sou bipolar, já fiz tratamento durante um bom tempo, mas cansa e parei, sei q ñ devia e nem posso, mas é f***, só quem tomava o tanto de remédio q eu e agüentava os efeitos colaterais sabe, as reações da doença e a confusão q fica na cabeça só mesmo sentindo pra saber e ñ recomendo nem pro meu maior desafeto, sorte a sua conseguir perceber qdo ñ esta bem, e reiniciar o tratamento, e ter apoio q é tão ou mais importante q a terapia e a medicação, posso te desejar por enquanto um pouco de paciência, pq sei q os remédios fazem efeito, mas ñ é de uma hora pra outra, e se precisar desabafar ou só dar uns gritos pra espantar os fantasmas, sou todo ouvidos, forte abraço.

  • Claudia

    Nivea Bom dia !!!!!

    O caminho as vezez se torna tão dificil , é assim pra todo mundo , os motivos são inumeros…mais pense que não vai ser sempre assim, li uma vez que As vezes agente olha pra nossa vida e parece que somos como arvores passamos por estações, os frutos bonitos as flores e qdo chega o inverno , onde está a beleza da arvore ? perdeu a cor , onde está suas folhas,onde está sua vida? será que ainda há esperança para essa arvore seca ?
    AHHH !!! a ESPERANÇA da próxima estação, a esperança da primavera , ela vai chegar com suas cores, com seus frutos, com sua beleza… Sorriso
    Pq a VIDA permanece no interior da arvore , e não importa a seca há ESPERANÇA não importa a estação que vc esteja passando em sua vida seja vc rico ou pobre, jovem ou velho,seja quem for HÀ ESPERANÇA PRA VC !!!!!Creia a vida está dentro de vc !
    O inverno é triste, é dificil esperar pela primavera , vc olha e não vê….
    AHhhh como é dificil esperar……mais a palavra é de vida o SENHOR é aquele que abre a madre , faz da estéril mãe de filhos !!!! Deus que cura Deus do Impossivel (só precisa crêr )PROMESSAS DO SENHOR, elas existem , mesmo vc olhando e achando que não vai conseguir…

    Um bj se precisar , conte comigo !!

    Claudinha

  • Cris

    Baum… só um comentário… TENHA FORÇA!!! Tome os medicamentos direitinho e mais importante curta muito o seu pimpolho… eles são o melhor remédio pra se aguentar um baque desses!!!

    BJOUXXX

  • Silvana

    N.

    Desse lado do mundo, tem alguém que você não conhece, que não te conhece, mas que reza/ora/pede por você, de todo coração.

    Força.

    Abraço,

    Sil

  • Carol Ambrogini

    Querida, tudo vai dar certo. Por ora, só descanse mesmo. Faça o mínimo necessário para a vida seguir adiante, quando vc ver a serotonina já aumentou e vc já estará sorrindo novamente. Com relação à terapia: é a melhor coisa que fazemos por nós mesmos. Deprimidos ou não!
    bjs

  • Jaqueline Ascari

    Óla faço parte do Clube das mães e Pais blogueiros vi teu blog no Opiniblog e vim conhecer pra opina, o meu blog tbm ta participando venha nos conhecer e opina tbm!
    já to te seguindo depois volto com mais tempo pra “conhecer” vc’s melhor!!
    adorei a forma como escreve e tudo aqui no seu cantinho, vou volta sempre!

    Sobre esse seu ultimo post só tenho a dizer Força Querida, Se cuida e curta muitão seu Principezinho que ele é o seu bem maior, vou esta torcendo muito e rezando por vc!

    beijos nossos
    http://www.minhadocejulia.com

  • Luciana

    Querida Nivea,
    Mesmo sem saber, vc está em nossos pensamentos e orações diárias. Já vivi nessa escuridão que vc está passando, então põe no automático, agarre-se ao seu filhote e marido e segure firme. Daqui a pouco a medicação começa a fazer efeito e os dias vão se tornar menos escuros até que um dia, a escuridão terá desaparecido por completo.
    Fique com Deus sempre! Tem muita gente torcendo por vc, pode acreditar!
    Beijos mil!

  • Fernanda Lima

    Não é fraca mesmo, aliás, sempre me pareceu bem o contrário.

    Tua alegria faz falta, viu.

    Beijo grande meu e da minha mãe, que está aqui comigo. Você está em nossas orações.

  • Cath

    Oii, Nivea. Nao tinha lido esse post. Olha isso vai passar mesmo, eu ja tive varias crises de choro, stress por causa de faculdade, por causa de comentario, frieza e assim vai. Eu acho a Irlanda um pais excelente mas diferente do nosso Brasil, sabe que eu assisti uma palestra sobre depressao e suicidio na faculdade pq eu estudo psicologia. Bom, os pais de varios adolescentes que cometeram suicidio aqui fizeram parte da palestra e uma das coisas que mais foi falada foi a questao de depressao ser um stigma na irlanda, as pessoas tem vergonha de falar o que sentem e acabam passando por situacoes horriveis, ainda mais agora com a recessao. Nos brasileiros somos mais felizes de certa forma pq conseguimos demonstrar o q nos sentimos. Muitas vezes qdo eu sentei e chorei de me acabar aki eu tive a reacao de amigos do tipo nossa como assim? ou mesmo qdo eu pedi um conselho eu cheguei a escutar o famoso i dont know what to say. Entao eu te falo uma coisa, nos somos fortes, somos felizes mesmo com uma rotina diferente do que a gente estava acostumada, sem lecionar ingles, nossos alunos malas, mas tudo vai dar certo. Descanse bastante, de varias beijocas nesse seu filho lindo por mim e assista um bom filme. Eu to adorando a serie Ringer, eu assisto mais na net pq a irlanda ateh nisso eh atrasada haha mas eh assim que eu distraio minha mente. bjuuuusssss

  • Celi

    Nívea,
    Nem estava sabendo de esses momentos tão tristes e de crise… fique bem! Pense que nenhum dia é igual o outro (total cliche), mas é a pura verdade. Logo você lembrará desse momento que viveu, dará boas risadas e estará bem. Se cuida e se precisar de algo, pode contar (mesmo a distância).
    Beijos

Leave a Reply

Related Posts